https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/aedes_aegypti_feeding.jpg

O PERIGO AUMENTOU

Mais 22 mil casos de dengue em Mato Grosso foram notificados

Divulgação

Os casos de dengue em Mato Grosso já ultrapassaram 22 mil notificações neste ano, de acordo com boletim divulgado nesta sexta-feira (23) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Mato Grosso. Segundo a SES, foram registrados 22.316 casos de dengue entre 1º de janeiro e 30 de setembro.

A secretaria alerta para o período chuvoso que se aproxima e, com isso, o acúmulo de água parada. Os dados divulgados representam um aumento de 121% em relação ao mesmo período de 2014, quando foram registrados 10.080 casos.

Seis óbitos por dengue foram confirmados nos municípios de Cuiabá, Matupá, Sapezal,Sorriso, Juína e Rondonópolis. Cinco mortes ainda seguem em processo de investigação, aguardando o resultado do laboratório.

De acordo com o boletim, 75 cidades apresentaram alta incidência de dengue, com números superiores a 300 casos por 100 mil habitantes. No estado, a incidência registrada é de 692 casos por 100 mil habitantes. Sinop continua como o município com maior número de notificações, com 3.183 casos. Cuiabá e Rondonópolis também registraram números expressivos, com 2.294 e 1.860 casos, respectivamente.

Zyka e Chikungunya
Cinco casos de Zika Vírus já foram confirmados em Mato Grosso, sendo dois em Rondonópolis, um em Tesouro, um em Cuiabá e um em Várzea Grande. O Zika apresenta sintomas parecidos com os da Dengue e da Febre Chikungunya, como: dores nas articulações, dor de cabeça, febre, náuseas, diarreia e mal-estar

Até o momento, não foi confirmado caso de transmissão de Chikungunya em Mato Grosso. No entanto, no início do mês de março ocorreu o primeiro caso “importado” de Febre Chikungunya, no município de Cuiabá. Estão em analise 169 exames, sendo nove aguardando triagem.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *