https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/promotor-de-justiça.jpg

LUTO NO MPE

Promotor de Justiça morto em acidente em Mato Grosso será enterrado no interior paulista

Acidente entre hilux e carreta mata promotor de Justiça de Mato Grosso. Foto: Internauta

Vai ser enterrado, às 15h, desta segunda-feira (26), o promotor de Justiça, José Rodrigues da Silva Neto, em São José do Rio Preto, interior paulista.

Ele morreu nesse domingo (25), após o seu carro, uma Hilux, colidir de frente com uma carreta.

O acidente aconteceu no quilômetro 80 da BR-070, sentido Barra do Garças, próximo ao município de General Carneiro, que fica a 449 km de Cuiabá.

O promotor retornava para Nova Xavantina após participar do Curso de Formação e Aperfeiçoamento dos membros do Ministério Público nas atividades do Júri, na Procuradoria Geral de Justiça, na capital, realizado na sexta-feira (23) e sábado (24).

José Rodrigues da Silva Neto, de 34 anos, era natural do Estado de São Paulo.

Ele ingressou no Ministério Público do Estado de Mato Grosso em dezembro de 2012.

Em sua trajetória, como membro da instituição Mato-grossense, atuou nas comarcas de Aripuanã, Matupá, Peixoto de Azevedo, Poconé e desde agosto deste ano, estava respondendo como titular da 1ª Promotoria de Justiça Criminal de Nova Xavantina.

O procurador-geral de Justiça, Paulo Roberto Jorge do Prado, decretou luto de três dias e externou profunda tristeza pela despedida precoce do membro. “Vai existir um tempo, em que as pessoas não vão mais sofrer, que não receberemos notícias de perda inesperada, discórdias, desigualdades, doenças e desamor. Vai existir um tempo onde estaremos todos juntos irmanados, sem disputas, pensando e agindo para o próximo, em busca de um mundo bem melhor, vai existir um tempo que as lágrimas derramadas serão apenas de alegria e jamais de dor. Esse tempo José Rodrigues da Silva Neto, sonhava e acreditava, e contagiava todos nós com sua fé, humildade e paixão pelo outro e pela vida. Com certeza ao lado do Criador viverá para eternidade. Fique na Paz dos Justos e até qualquer dia”, ressaltou Prado.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *