OLHA A M... QUE DEU

Se não fosse ‘política’, Copa do Mundo não teria vindo para Cuiabá, diz ex-diretor

O ex-diretor de articulação da Agecopa, Agripino Bonilha, confirmou durante CPI das Obras da Copa, na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (27), que se não fosse por ‘lobby’ a Copa do Mundo não viria para Cuiabá.

Ele negou que a sede de Cuiabá tenha sido vendida para que a Copa pudesse ser realizada aqui.

De acordo com Bonilha, em reunião com o secretário de Turismo, Yuri Bastos, Havelange afirmou que o governo precisava tratar apenas dois pontos para poder receber a Copa do Mundo, sendo o estádio para realização dos jogos e o aeroporto.

Porém, nenhum dos dois está pronto até hoje.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *