https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/polícia-civil.jpg

ASSASSINADO A FACADAS

Após 5 dias desaparecido, corpo de empresário de MT é encontrado

Corregedoria da Polícia Civil prende investigador acusado de extorsão . Foto: Divulgação

O corpo de um homem, de 61 anos, foi localizado em Sorriso (643 km ao Norte), na manhã desta terça-feira (03.11).

A vítima, Pedro Odilon Joaquim, 61 anos, desapareceu na última sexta-feira (30.10), juntamente com seu veículo Fiat Siena, quando se dirigia até a casa de um amigo, na perimetral Sudoeste, em Sorriso, para cobrar uma dívida.

Odilon foi morto com 3 golpes de facas e teve as mãos amarradas.

A faca foi encontrada próxima ao corpo, cerca de 3 metros.

A vítima, que era aposentada e alugava quitinetes, teve o corpo depositado em uma área rural, na região de acesso ao festival de pesca.

Pelo crime de latrocínio foram presos dois homens e uma mulher. A prisão foi efetuada em Cascavel, no Paraná, com apoio da Polícia Civil do município paranaense, na madrugada desta terça-feira (03).

Trata-se de J. F., 58 anos, M. de F. B., 32 anos, J. F. da S., 33 anos.

A família tentava contato com o celular de Odilon desde o dia de seu sumiço, sem êxito.

Um trabalhador, que fazia trabalhos de roçagem à beira da rodovia, relatou a um membro da família, que tinha encontrado um celular todo quebrado, às margens da BR 163, perto da cidade de Nova Mutum, e começou a usar o chip.

Nas investigações, a Polícia Civil descobriu que os suspeitos teriam tomado um ônibus com destino a Campo Grande, Mato Grosso do Sul, e de lá seguido para Cascavel, no Paraná.

O delegado Pablo Borges Rigo, entrou em contato com o delegado de Cascavel, Edgar Dias Santana, que deu suporte na prisão dos três acusados de latrocínio.

“Temos que agradecer ao empenho dos investigadores de Sorriso, da Policia Rodoviária Federal pelo apoio e a equipe do delegado de Cascavel Edgar, que foi de suma importância para prisão dos acusados, no Estado do Paraná”, destacou o delegado Pablo.

A mulher confessou participação no latrocínio e apontou J. F. como autor da execução.

Ela também contou que o veículo foi deixado na cidade de Rio Verde, Mato Grosso do Sul, a 291 km de Rondonópolis e 208 de Campo Grande (MS).

Outros dois suspeitos ainda são interrogados pela Polícia Civil, em Cascavel.

O delegado Pablo Borges irá requisitar à Justiça a transferência dos presos para a comarca de Sorriso.

Foto: Divulgação

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *