https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/11/CARLOS-FÁVARO.jpg

Disputa demonstra fortalecimento da Aprosoja

Este ano, a eleição para a Associação dos Produtores de Milho e Soja de Mato Grosso (Aprosoja-MT) contará, excepcionalmente, com duas chapas. Isto, diferente das eleições anteriores – em que primamos pela chapa de consenso – este ano, dois candidatos disputam a presidência dessa entidade, considerada uma das mais representativas do mundo no segmento de produção agrícola.

Trata-se de uma disputa salutar aos associados e à entidade. Avalio esse momento como uma fase de amadurecimento.

A Aprosoja-MT está sólida o suficiente para passar por esse processo. É a oportunidade para que os produtores de Mato Grosso tenham uma diretoria forte, preparada e comprometida com a base e o amplo debate.

Lá atrás, no início da Aprosoja-MT, em 2005, a conciliação era muito importante, pois estávamos começando, não tínhamos know how e nem a credibilidade que temos hoje.

Agora, chegou o momento em que é necessário aperfeiçoar as ideias e ampliar a debate. É o processo natural de crescimento da entidade.

Diante desse momento é preciso entender que fazemos parte de uma associação – temos que pensar no coletivo – e dentro da Aprosoja-MT não existe espaço para o pensamento individual.

Uma entidade que possui 5 mil associados tem que se posicionar de acordo com a deliberação da maioria. Não há possibilidade de convivência com o radicalismo, com quem não aceita a decisão coletiva.

Chegou a hora de expor as ideias e de unificar as forças.

E não tenho dúvidas de que o candidato da chapa ‘Unir para Fortalecer’, Reck Junior, que hoje ocupa o cargo de vice-presidente da entidade, tem o perfil de unir e gerir com pulso.

Reck tem postura, é decidido, combativo, firme na tomada de decisão, possui um excelente caráter, sabe valorizar os companheiros e respeitar a decisão da maioria. Ele é o candidato mais preparado dessa disputa.

Andando pelo campo [pelo interior de Mato Grosso], e falando com meus amigos produtores rurais, dá para sentir que a maioria já decidiu pelo Reck Junior, assim como eu.

Pois, quem conversa com Reck Junior, olho no olho, percebe o comprometimento que ele tem com o setor produtivo.

Outro fator que me motiva a apoiar o Reck é composição de sua chapa, composta por companheiros de fibra e capacitados.

Vou falar em nome da sua vice, a produtora Norma Gatto, que é um exemplo de força e competência.

Com a ajuda deles, Reck representará e defenderá o produtor associado de todos os lugares de Mato Grosso – de Norte a Sul; de Leste a Oeste.

Desde sua fundação, a Aprosoja vem trilhando um caminho exitoso e de muito orgulho para os produtores rurais.

Para tanto, sempre houve homens e mulheres preocupados em servir a instituição. Já contribuí com a Aprosoja – ocupando a mesma responsabilidade que o Reck almeja – e, ao longo dos anos, muitas conquistas foram obtidas pelos dirigentes que ali passaram.

Contudo, ainda existem desafios que devem ser enfrentados. Entre eles, permanece o maior de todos: a busca pela eficiência da estrutura logística do Estado.

Além disso, é necessário continuar o trabalho de padronização da classificação da soja e da flexibilização da legislação trabalhista, que teve um avanço, mas é preciso prosseguir na luta.

É por este motivo, meus companheiros e companheiras, que digo: nós sabemos a força que tiramos dessa terra.

Uma força que levanta o Estado e o nosso país. Uma força que impressiona o mundo inteiro. Essa é a nossa força; a força que nos une e nos fortalece.

E tenho certeza de que no próximo dia 9 de novembro essa grande força se concretizará em uma bela vitória. Isto, não somente do Reck Junior, mas de todos os produtores de Mato Grosso.

O vice-governador de Mato Grosso Carlos Henrique Baqueta Fávaro é produtor rural e ex-presidente da Aprosoja

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *