https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/polícia-civil.jpg

POCONÉ

GCCO diz que chacina de família tem ligação com assassinato de fazendeiros

Corregedoria da Polícia Civil prende investigador acusado de extorsão . Foto: Divulgação

A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), em apoio a Delegacia da Polícia Civil de Poconé (104 km), irá investigar o triplo homicídio ocorrido na noite de sábado (07).

As vítimas Paulo César de Moraes Filho, de 25 anos, sua mulher Roseiman Pereira Leite, de 27 anos, e a filha do casal, de apenas cinco anos, foram mortas por disparos de arma de fogo, dentro de casa, na comunidade 120, zona rural de Poconé.

A Polícia Civil de Poconé confirmou que triplo homicídio está relacionado à morte dos amigos Cícero Bezerra Medeiros, de 59 anos, e Rodrigo Sávio Botelho, de 39 anos, ocorrida no dia 13 de setembro.

Os dois eram donos de propriedades rurais na região e foram cruelmente assassinados por disparos de arma de fogo.

O duplo homicídio continua a ser investigado pela Delegacia de Poconé e a Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP).

As investigações do triplo serão presididas pelo GCCO, com apoio da Delegacia de Poconé e a DHPP.

As investigações dos dois casos seguirão em sigilo pelas unidades que compõem a força-tarefa.

Conforme o boletim de ocorrência, a criança foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Pronto-Socorro de Cáceres, mas não resistiu e morreu.

A vítima, Paulo César, foi alvejada por três disparos de arma de fogo e encontrada caída na sala da residência.

Sua esposa, Roseinan, foi encontrada sem vida caída no quarto da casa, com proximamente seis disparos.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *