https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/martelo-de-juiz.jpg

CÉSA ZILIO

Juíza autoriza quebra de sigilo fiscal de ex-secretário de estado de Mato Grosso

Divulgação

O sigilo fiscal dos últimos cinco anos do ex-secretário de Estado de Administração César Zilio foi quebrado por determinação da juíza da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Popular, Célia Regina Vidotti.

A magistrada autorizou a medida para subsidiar investigações do Ministério Público Estadual (MPE) que apura suspeita de enriquecimento ilícito.

O inquérito civil está sendo conduzido pelo promotor de Justiça que compõe o Núcleo de Defesa do Patrimônio Público, Célio Fúrio.

A Receita Federal deverá fornecer as declarações do Imposto de Renda dos últimos cinco anos para verificar a suspeita de evolução patrimonial incompatível com os vencimentos salariais.

Tesoureiro do diretório estadual do Partido da República (PR) e braço forte nas decisões financeiras das campanhas de 2010 de Silval Barbosa (PMDB) e Blairo Maggi (PR) ao governo do Estado e Senado, respectivamente, César Zilio foi secretário de Estado de Administração nos dois primeiros anos da gestão do peemedebista e, posteriormente, membro da autarquia MT PAR.

Atualmente, sem ocupar cargos públicos, Zilio tem se dedicado a trabalhar na iniciativa privada e a tocar os próprios negócios.

Por conta da suspeita de desvio de dinheiro do MT Saúde, plano de saúde dos servidores públicos estaduais, Zilio está com o patrimônio bloqueado.

Em agosto de 2014, foi autorizado pela Justiça a indisponibilidade de bens na ordem de R$ 11,9 milhões.

Por conta da suspeitas de fraudes no MT Saúde, a ex-deputada estadual Luciane Bezerra (PSB), em julho de 2013, indiciou Zilio como um dos principais responsáveis pela crise do MT Saúde e solicitou, em um relatório paralelo, a sua prisão preventiva. A documentação foi encaminhada ao MPE (Ministério Público Estadual).

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *