https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/Policia_civil-e1490622227905.jpg

ATRÁS DAS GRADES

Suspeita de latrocínio na casa de policial é presa durante festa de aniversário

Divulgação

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), de Cuiabá, concluiu o inquérito policial da tentativa de roubo seguida de morte, na casa de um policial rodoviário federal, ocorrido no dia 20 de março deste ano, no bairro Jardim Paulista, na capital.

Um casal foi indiciado por tentativa de latrocínio. O inquérito foi remetido ao Fórum nesta segunda-feira (30.11).

O último suspeito de participação no crime foi preso, no domingo (29.11). Trata-se de B. C. M. F., que teve a ordem de prisão cumprida pelos policiais da Derf durante sua festa de aniversário de 23 anos, na boate Via Music, na Avenida Getúlio Vargas.

Ela recebeu voz de prisão quando entregava pulseira para convidados.

O namorado dela, W. H. do C., 26, está preso desde o dia 14 de junho.

A moça estava foragida há cerca de 4 meses, desde que saiu o mandado de prisão.

As investigações apontam que dois adolescentes, W.V.A. 17 anos, e V.F.S.16 anos, invadiram a casa do policial para praticar o roubo.

W. H. do C ficou do lado de fora em um veículo dando cobertura aos infratores.

A vítima policial rodoviário federal (PRF) reagiu ao assalto e acabou alvejando os dois menores.

O adolescente W.V.A. morreu no local e o segundo V.F.S. foi internado no pronto-socorro e foi óbito após dez dias do ocorrido.

Segundo as investigações, B. C. M. F. deu apoio logístico à quadrilha, sendo a responsável por buscar os menores para a prática do assalto.

As imagens gravadas pelas câmeras de segurança mostram o momento em que os dois menores entraram na residência, e um veiculo Sandeiro conduzido por W. H. do C dando cobertura ao roubo.

“Pela declaração das mães dos menores afirmam que ela que buscava os menores para fazer o assalto. Fazia parte da quadrilha”, disse o delegado Marcel Gomes.

Quando preso, o acusado, W. H. do C., 26, estava com três mandados de prisão decretados pela Justiça, sendo um mandado de prisão temporária deferido pela 3ª Vara Criminal de Cuiabá pela tentativa de latrocínio, e outro expedido pela 4ª Vara Criminal da Capital por roubo qualificado.

O terceiro é por furto qualificado decretado pela 2ª Vara Criminal de Cáceres (2250 km a Oeste).

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *