https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/12/20151202034133.jpg

AMISTOSO PERFEITO

Em clima de família, Brasil vence Nova Zelândia na Arena Pantanal

Em jogo de estreia na Arena Pantanal, Brasil vence Nova Zelândia por 5 a 1. Fotos: Abdalla Zarour

A população cuiabana compareceu em bom número, na Arena Pantanal, para assistir ao espetáculo da seleção brasileira de futebol feminino, que goleou por 5 a 1 o time da Nova Zelândia.

A partida amistosa ocorreu na noite desta terça-feira (01) e serviu de preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

Em jogo de estreia na Arena Pantanal, Brasil vence Nova Zelândia por 5 a 1. Fotos: Abdalla Zarour

Em jogo de estreia na Arena Pantanal, Brasil vence Nova Zelândia por 5 a 1. Fotos: Abdalla Zarour

A Arena Pantanal recebeu um público de 7.588 pessoas. Nas arquibancadas o que mais se via eram famílias inteiras reunidas em um clima muito amistoso.

Ediney da Silva, por exemplo, levou o filho de apenas dois anos para assistir a partida. “Ele me acompanha desde bebê. Gosta muito de futebol”, comentou.

Silva, que já foi jogador profissional, destacou que seria interessante sempre ter um grande jogo na Arena Pantanal, no sentido de levar mais público para o estádio.

“Iniciativas como essa podem incentivar as pessoas a prestigiarem mais o campeonato estadual, por exemplo”, citou.

Já Hugo Vaz levou a futura esposa, a mãe e a irmã para assistir, pela primeira vez, um jogo de futebol feminino.

Ele gostou do que viu e ressaltou o nível técnico das jogadoras.

“São excelentes profissionais. O futebol feminino precisar ser mais divulgado mesmo”, destacou.

Outro que compareceu com a família em peso foi Nilton Ribeiro. Ele disse que mora em Mato Grosso há quatro anos e que já estava na hora do Estado receber a seleção feminina de futebol.

“Esse tipo de evento é muito bom porque dá pra gente reunir toda família”, destacou Ribeiro, que estava acompanhado da esposa, de dois filhos e uma sobrinha.

Os torcedores cuiabanos também empurraram o tempo inteiro a seleção brasileira.

A cada jogada de perigo do time verde e amarelo a torcida levantava da cadeira para gritar o gol que teimava em não sair no primeiro tempo.

A jogadora Marta, eleita a melhor do mundo por cinco vezes, era uma das mais queridas pela torcida.

Ela era ovacionada pelos cuiabanos toda vez que pegava na bola. A torcida também fez à famosa “ola”, que foi repetida por várias vezes e fez lembrar os jogos da Copa do Mundo na Arena Pantanal.

O JOGO

No primeiro tempo, Brasil e Nova Zelândia fizeram uma partida equilibrada, com chances de gol para as duas equipes.

Logo no começo do jogo, a atacante brasileira Andressa quase abriu o placar ao receber a bola no miolo da zaga neozelandesa, mas a camisa 9 foi interceptada pela zagueira.

A partida seguiu equilibrada com a Nova Zelândia bloqueando as ações de ataque do time brasileiro.

Até que, por volta dos 30 minutos, camisa 10 da Nova Zelândia dominou a bola na entrada da área brasileira e acertou um belo chute que encobriu a goleira Bárbara.

O primeiro tempo acabou com vitória parcial das neozelandesas.

O time brasileiro voltou para o segundo tempo com alterações no meio de campo. E logo no primeiro minuto de partida, Debinha recebeu a bola na lateral esquerda e cruzou na cabeça da zagueira Poliana, que empatou o jogo para o Brasil.

A torcida cuiabana explodiu de alegria na Arena Pantanal.

Aproveitando o cansaço do time da Nova Zelândia, que sentiu muito o calor de Cuiabá, a seleção brasileira dominou a partida e desandou a fazer gols para o delírio da torcida.

O destaque foi para o golaço da jogadora Formiga, que acertou um belo chute na entrada da grande área, no ângulo esquerdo da goleira adversária, fazendo 3 a 1 para o Brasil.

E para completar a festa, Marta também deixou o dela ao receber a bola na entrada da pequena área e tocar por cobertura na saída da goleira.

O Brasil ainda faria mais um gol fechando assim a vitória de 5 a 1 sobre a Nova Zelândia.

Na saída do estádio a torcida era só alegria. Railay Rodrigues definiu como “espetacular” o jogo na Arena. “Muito bom mesmo. Eu estou até rouca de tanto gritar pelo Brasil”, disse a torcedora, que pela primeira vez assistiu a uma partida de futebol feminino.

Paula Moi saiu do estádio enrolada com a bandeira do Brasil. “Foi muito bom o evento. Eu ainda não tinha vindo à Arena, então vim mais por curiosidade em conhecer, mas adorei o jogo também”, comentou a jovem que estava na companhia dos pais e irmão.

SEGURANÇA

O jogo não registrou nenhuma ocorrência de delito, conforme a Polícia Militar, que estava com um contingente considerável, por se tratar de um jogo internacional.

No entanto, o major André Menis, responsável pela equipe de policiamento, destacou que o evento teve um caráter muito familiar, principalmente por se tratar de uma partida amistosa de duas equipes que não possuem histórico de rivalidade entre si.

“Muitos vieram mais por curiosidade, seja para ver a seleção feminina, que não tem costume de jogar em Cuiabá, ou mesmo para conhecer a Arena Pantanal”, afirmou o major da Polícia Militar.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *