https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/MAURO-MENDES.jpg

EMENDAS PARLAMENTARES

Mauro Mendes conta com ajuda de deputados para equipar novo pronto-socorro

Mato Grosso Mais

Prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB). Foto: Mato Grosso Mais

O prefeito Mauro Mendes (PSB) conta com emendas parlamentares para equipar o novo hospital e pronto-socorro da capital. Apesar de a entrega da obra estar prevista apenas para março de 2017, o socialista já tem buscado o apoio dos deputados estaduais e federais de Mato Grosso para garantir a compra de todo os equipamentos e materiais hospitalares para a nova unidade de saúde.

De acordo com ele, todos os parlamentares que foram procurados até o momento se comprometeram a destinar emendas ao novo hospital. Mendes afirma que esteve pessoalmente na Assembleia Legislativa na última semana, onde conversou com alguns deputados acerca do tema.

“Falei com vários deputados e todos que eu falei firmaram o compromisso de colocar parte das emendas para equipar o novo hospital. Todos compreendem essa necessidade, tendo em vista que hoje, cerca de 50% dos atendimentos em Cuiabá são de mato-grossenses que vem de todo os 140 municípios”, afirmou, durante visita à obra, na companhia do governador Pedro Taques. Parte do dinheiro para erguer a nova unidade vem do governo do Estado.

O chefe do Executivo Municipal afirma que também tem procurado os deputados federais e senadores do Estado em busca de ajuda. De acordo com ele, será necessário cerca de R$ 25 milhões para equipar a nova unidade.

O seu custo mensal deve ser entre 15 a 20% a mais que o atual pronto-socorro. Isto porque, ele terá maior capacidade de atendimento. A previsão é que a obra seja concluída em março de 2017. No entanto, ele deve ser entregue à população somente em maio do mesmo ano.

“Quando você termina uma obra você precisa de um período de, no mínimo, 90 dias para fazer toda a instalação de equipamento, treinamento de equipe e alguns ajustes que se fazerem necessários. Então, 90 dias após a entrega da obra nos já deveremos ter o funcionamento efetivo deste hospital”, explica.

Vale lembrar que o mandato de Mendes se encerra em 31 de dezembro do próximo ano. A tendência, entretanto, é que ele dispute a reeleição no pleito do ano que vem. A construção do novo pronto-socorro foi uma promessa de campanha do socialista.

Durante a campanha eleitoral, entretanto, Mendes garantiu que entregaria a nova unidade de saúde nos dois primeiros anos de mandato, fato que não foi possível.

“Na verdade, nós colocamos o hospital São Benedito pra funcionar. Este projeto nunca foi uma promessa de campanha, mas entrou dentro de um planejamento logo no início da nossa gestão. Percebemos que a construção de um novo hospital demoraria um tempo muito maior, mas hoje já é uma realidade”, justificou.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *