https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/detran-de-mato-grosso-e1508254412194.jpg

DETRAN

PM deve fazer atendimento durante greve dos servidores em Mato Grosso

Divulgação Detran ‘quebra’ contrato com terceirizada e economiza R$ 14 milhões. Foto: Assessoria

Detran ‘quebra’ contrato com terceirizada e economiza R$ 14 milhões. Foto: Assessoria

Policiais militares de Mato Grosso deverão fazer atendimento nos setores de vistoria e emissão de documentos de veículos no Detran-MT (Departamento Estadual de Trânsito) nos próximos dias.

A medida emergencial foi tomada após pedido da Casa Civil motivado pela greve dos servidores da autarquia, iniciada no dia 26 de outubro.

Os PMs deverão receber treinamento para exercer as funções na próxima semana.

Os números de policiais e as cidades em que eles deverão atuar pelo Detran-MT ainda não foram informados oficialmente pelo estado.

A greve dos servidores do Departamento de Trânsito é considerada ilegal pela Justiça, que também mandou bloquear as contas bancárias do sindicato que representa a categoria, o Sinetran, em até R$ 1 milhão.

Inicialmente, os servidores queriam a nomeação de 100% dos aprovados em concurso, mas depois baixaram esse número para 70% neste ano e, o restante, até meados de 2016.

O estado propôs a convocação de 30 aprovados neste ano, deixando os demais 549 para serem nomeados até 2017. O Sinetran recusou a proposta.

O pedido da ‘força-tarefa’ por parte dos policiais foi feito após nova reunião entre governo e servidores, realizada na sexta-feira (4).

Sem acordo, e para tentar reduzir os danos no atendimento provocados pela paralisação, a Casa Civil então pediu à PM que ceda policiais para atuarem no Detran-MT.

Essa é a segunda greve dos servidores neste ano. O governo afirma que só vai negociar quando os grevistas voltarem ao trabalho.

Foto: Divulgação

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *