OBRAS DA COPA

Acusado de denunciar propina de R$ 80 milhões do VLT, Rowles será ouvido por CPI

O ex-assessor da Vice-Governadoria Rowles Magalhães irá prestar depoimento na reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Obras da Copa do Mundo na próxima quarta-feira (9), às 14h, no auditório Milton Figueiredo, na Assembleia Legislativa.

Rowles denunciou, em 2012, um esquema de pagamento de propina referente à licitação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Em entrevista ao site UOL, ele contou que já sabia quem sairia vencedor da licitação com um mês de antecedência.

De acordo com a reportagem, integrantes do governo Silval Barbosa (PMDB) teriam recebido R$ 80 milhões em propina dos três consórcios primeiros colocados na concorrência, para viabilizar o negócio.

Porém, após a publicação da matéria, Rowles teria dito que na verdade foi chantageado pelo repórter, que teria também admitido receber dinheiro para denegrir o VLT.

Os deputados pretendem esclarecer as denúncias e investigam se houve irregularidades no certame do VLT, que já consumiu mais de R$ 1 bilhão dos cofres públicos e não foi concluído.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *