https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/12/mimoso.jpg

MIMOSO

Obra do Memorial Rondon será entregue em fevereiro de 2016

A obra de reforma e revitalização do Memorial Rondon no distrito de Mimoso (120 km de Cuiabá), do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Turismo (Prodestur), segue em ritmo acelerado.

A previsão para finalização dos trabalhos é fevereiro do próximo ano.

A informação foi dada pelo secretário adjunto de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Luis Carlos Nigro, durante visita à construção.

Os trabalhos atuais estão concentrados na cobertura externa que será colocada sobre o telhado para dar o acabamento final, na parte elétrica e na rede e sistema de tratamento de esgoto.

Iniciada em 2002, quando foram feitas apenas a fundação e levantada a estrutura metálica, a obra sofreu várias interrupções e nenhum avanço ao longo de todos esses anos. Como a estrutura é toda de metal estava bastante deteriorada.

“Tivemos que fazer um tratamento da ferragem com produto químico primeiro para depois realizarmos a pintura, porque estava toda enferrujada”, conta Nigro.

Também já foram executados contra pisos nas partes inferior e superior, madeiramento, piso de madeira, cobertura do telhado com isolação térmica e quatro salas que serão usadas como apoio.

Mimoso

Com cerca de 150 famílias, o distrito que pertence ao município de Santo Antônio de Leverger abriga uma comunidade simples e orgulhosa de sua história.

Para o presidente da associação de moradores do local, João Bosco Queiroz da Costa, a obra, aliada à duplicação da MT-040 que liga Cuiabá ao município, levará turistas e visitantes à localidade, o que significa mudanças para os moradores, que vivem hoje basicamente da pecuária.

“A retomada desta construção era um sonho antigo nosso. Estamos esperançosos pois ela vai trazer turistas e isso significa movimento para o comércio e geração de emprego e renda”, conta.

A ideia dos moradores é desenvolver passeios turísticos pelo Pantanal da região, artesanato, culinária, gerando emprego para que as pessoas não precisem sair da localidade para trabalhar, como o senhor Antônio Desidério de Moraes, hoje aposentado, que trabalhou a vida toda na capital.

“Tem quase 40 anos que moro em Mimoso e durante 35 anos trabalhei em Cuiabá. Com a finalização do Memorial e a chegada dos turistas nossos jovens poderão ficar aqui, porque hoje eles têm que ir embora em busca de trabalho, pois aqui não tem opção”, destaca.

Pensando nisso, a Sedec já começou a realizar algumas ações para informar e qualificar os moradores e ao mesmo tempo integrá-los à obra.

Um exemplo foi o evento Turismo e Cidadania em Transformação na Terra de Rondon, realizado na última sexta-feira (04), que proporcionou várias oficinas e levou informações para quem deseja abrir uma microempresa ou acessar uma linha de crédito por meio do MT Fomento.

O projeto

O Memorial visa preservar a memória, abrigar e divulgar parte do acervo catalogado pelo marechal Cândido Mariano da Silva Rondon.

Ele será um espaço interativo e multiuso para diversas atividades.

O projeto prevê a construção do jazigo para receber os restos mortais do Marechal Rondon, ala de contemplação, ala expositiva de artesanato e salas de aula, oficina, do acervo Rondon e de reserva técnica.

Nascido em Mimoso em 1865 Rondon foi militar, naturalista, indigenista, patrono das comunicações, responsável pela demarcação de limites internacionais e pela implantação da política nacional indigenista.

Prodestur

É um programa estratégico da cadeia produtiva do turismo voltado a investimentos em infraestrutura turística desenvolvido pela Sedec.

O principal foco é o desenvolvimento com a geração de emprego e renda na cadeia do turismo.

Atualmente, a secretaria tem 11 obras em andamento, incluindo o Memorial Rondon, que está sendo executada por meio de um convênio feito com a Secretaria de Cidades.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *