https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/lucimar.jpg

DINHEIRO CIRCULANDO

Lucimar paga salários e injeta mais de R$ 50 milhões na economia de VG

Divulgação

A prefeitura de Várzea Grande vai injetar em um intervalo inferior a 30 dias, cerca de R$ 50 milhões na economia da cidade, recursos que vão refletir também no comércio e na prestação de serviços da Baixada Cuiabana, com a quitação de três folhas salariais.

O calendário de pagamento de salários e 13º foi confirmado pela prefeita Lucimar Sacre de Campos, na última sexta-feira, durante almoço de confraternização com vereadores e servidores da Câmara Municipal.

Os recursos são frutos da quitação da folha de novembro, paga no último dia 30, do 13º salário que será liquidado no dia 18 (sexta-feira) e da folha de dezembro, que será creditada em conta-corrente no dia 28 deste mês. As cifras em circulação, como destacam o secretário de Gestão Fazendária, César Miranda, são a soma não apenas dos salários e do abono de final de ano dos servidores da administração direta, como também dos servidores do Departamento de Água e Esgoto (DAE) e do Instituto de Previdência de Várzea Grande (Previvag).

“Quitamos o compromisso junto aos servidores públicos de saldar os salários antes da virada do mês, assegurando fomento à economia local, bem como o equilíbrio e planejamento do orçamento das famílias. E agora, no final do ano, reafirmamos o compromisso em manter os salários em dia e contribuir com o giro de recursos na cidade, pois sabemos que essas cifras acabam sendo um diferencial para o desenvolvimento de Várzea Grande e é exatamente o que torna nossa cidade atrativa a novos investimentos, pois há o comprometimento do poder público em gerar renda junto à população”, frisa César Miranda.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Várzea Grande (CDL/VG), David Pintor, reforça que 100% do dinheiro pago pelo Município circula no comércio de forma direta ou indireta e que em um período de incertezas na economia, como o que se tem vivenciado no momento, “a certeza de que o servidor público terá condições de honrar seus compromissos abre boas perspectivas para o segmento, especialmente, de reter boa parte, cerca de 70% desse volume, no comércio da cidade”.

Como aponta o dirigente lojista, nesse final de ano, além da certeza da quitação das três folhas de pagamento pelo Município, o comércio várzea-grandense terá como diferencial o shopping.

“Esses dois fatores positivos deverão trazer um bom saldo de vendas, mesmo em um período de crise e incertezas. O melhor ano de vendas para quem vive no varejo é esse de final de ano e apostamos tudo nesse momento”.

Pintor aponta que a injeção de recursos vinda da gestão pública casa com a meta da CDL/VG para este ano que é a de fomentar as vendas na cidade. “Os lojistas estão em campanha para que os consumidores comprem aqui na cidade e para que o dinheiro fique na nossa cidade”. Desde o último dia 7, até o dia 23, as lojas do comércio de rua poderão funcionar até às 22h, conforme acordo em convenção coletiva da categoria.

A prefeita Lucimar frisa que tudo que tem construído durante sua gestão tem tido como objetivo o de resgatar a qualidade de vida da população e principalmente a autoestima do várzea-grandense.

“As ações são resultados de um trabalho sério, feito em equipe, união com as instituições e de forma transparente. O zelo com a gestão e gasto do dinheiro público são as premissas da minha gestão. Aqui em Várzea Grande, estamos quitando, em menos de 30 dias, três folhas. É com seriedade e lisura que vamos desenvolvendo nossa cidade, atraindo investimentos, gerando confiança, ampliando as oportunidades e garantindo qualidade de vida, empregos, renda e uma cidade melhor para todos”.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *