https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/11/taques.jpg

RECADO PARA GRUPO DE SILVAL

Pedro Taques: não quero terminar mandato e passar natal na cadeia

Divulgação

O governador Pedro Taques (PSDB) mandou um duro recado ao ex-governador Silval Barbosa (PMDB), nesta terça-feira (15), antes da assinatura do termo de ajustamento de gestão (TAG) das 14 obras que deveriam ser da Copa do Mundo e que vão ser retomadas pelo Executivo com previsão de serem concluídas em 2016.

“…queremos fazer a coisa certa, a coisa correta. Porque eu não quero terminar meu mandato e depois passar o natal preso. Eu também não quero que nenhum secretário meu seja preso”, comentou.

Nove meses após a conclusão do mandato, o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) e os ex-secretários Pedro Nadaf (PR), da Casa Civil, e Marcel de Cursi (da Sefaz), foram presos durante a realização da Operação Sodoma, da Delegacia Fazendária.

Eles são acusados pelo Ministério Público do Estado de participarem do esquema fraudulento de concessão de benefícios fiscais do Programa de Desenvolvimento e Comercial de Mato Grosso (Prodeic), foi de R$ 2.595.297,86.

O grupo também era composto por Francisco Andrade de Lima Filho, Sílvio Cezar Corrêa Araújo e Karla Cecília de Oliveira Cintra.

Todos foram denunciados pelo Ministério Público e foi acatada pela juíza Selma Rosane Arruda no dia primeiro deste mês.

Na denúncia, cita que Silval Barbosa (PMDB) era tido como o chefão do suposto esquema de extorsão envolvendo a concessão ilegal de incentivos fiscais para empresas de Mato Grosso.

Eles vão responder pelos crimes de constituição de organização criminosa, concussão, extorsão e lavagem de dinheiro.

A fala de Taques sugere que o trio deve passar as festas de fim de ano atrás das grades.

TAGS DAS OBRAS DA COPA

Na assinatura do termo de ajustamento de gestão, o governo deve retomar as seguintes obras:

construção do Complexo Viário da FEB; implantação da Trincheira Trabalhadores-Jurumirim; construção da Trincheira Mário Andreazza; duplicação da Avenida Archimedes Pereira Lima; restauração de ruas no entorno da Arena Pantanal (Lotes I e II); implantação do sistema de iluminação LED em travessias de Cuiabá e Várzea Grande; implantação da Avenida Parque do Barbado; retalhamento do Morro do Despraiado; construção dos COTs UFMT e do Pari; implantação do sistema de tecnologia da Arena Pantanal; instalação de imobiliário esportivo da Arena Pantanal; construção do Complexo Arena Pantanal; e reforma e ampliação do Aeroporto Marechal Cândido Rondon.

Veja Mais

Um comentário em “Pedro Taques: não quero terminar mandato e passar natal na cadeia”

  1. maria disse:

    Pedro Taques enquanto vc torce pro Silval passar o Natal na cadeia a PM do MT passa o Natal com fome, qnd o Silval era Governador nao acontecia isso.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *