NOVO PRESIDENTE DO TCE

Antonio Joaquim quer sociedade parceira na fiscalização do uso do dinheiro público

“O Tribunal de Contas de Mato Grosso avançou no sentido de orientar os gestores públicos e de se aproximar da população por meio das políticas institucionais”.

Este foi o balanço feito pelo então presidente do TCE-MT, Waldir Júlio Teis, durante a posse do conselheiro Antonio Joaquim como presidente no biênio 2016-2017, na manhã desta quinta-feira, 17 de dezembro.

Em sua fala, Teis relembrou as ações que marcaram sua gestão(2014-2015), com ampliação e manutenção de projetos desenvolvidos pelo TCE-MT.

Dentre eles, destacou o Programa de Desenvolvimento Institucional Integrado (PDI), que, recentemente, recebeu adesão por Secretarias do Estado como a de Infraestrutura (SINFRA); de Planejamento (SEPLAN); de Gestão (SEGES); do Trabalho e Assistência Social (Setas) e da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

O conselheiro lembrou, também, a implantação de projetos como o Democracia Ativa, iniciativa que propõe intercâmbio de experiências entre a Instituição de Controle Externo e as Câmaras Municipais; o Fórum Municípios e Soluções, que estabelece diálogos com a sociedade e propõe encaminhamentos práticos e efetivos às necessidades da população; e o Sistema Integrado de Gestão Administrativa (SIGA), software pioneiro que integra os subsistemas de Planejamento, Contabilidade, Prestação de Contas, Administrativo e Financeiro. “Nossa gestão se orgulha por ter ido ao encontro dos problemas da sociedade, sempre tratando os pontos encontrados com muita justiça”, concluiu Teis.

Já a conselheira substituta Jaqueline Jacobsen saldou os membros da 53ª Mesa Diretora e falou sobre a história recente da instituição e dos avanços conquistados. “Tive a honra de participar de momentos importantes para a história do controle externo e este é um deles com a construção de um novo modelo de auditoria a partir do próximo ano”, afirmou Jacobsen que fez parte da equipe do TCE, como auditora e conselheira substituta, durante as gestões dos conselheiros Valter, Abano, José Carlos Novelli, Waldir Teis e Antonio Joaquim e em 2015 atuou como conselheira interina.

A conselheira substituta destacou feitos importantes das gestões anteriores como a criação do Geo-Obras, o incentivo ao controle social por meio da Ouvidoria, o Portal Transparência e o Serviço de Informação ao Cidadão.

“Merece destaque também o reconhecimento nacional do TCE de Mato Grosso como referência e modelo para outros Tribunais”, finalizou.

A solenidade marca o início da gestão da nova diretoria da Corte de Contas pelo biênio 2016-2017, que terá como presidente o conselheiro Antonio Joaquim, o vice-presidente conselheiro Valter Albano da Silva e, como corregedor, o conselheiro José Carlos Novelli. O conselheiro Waldir Júlio Teis, vai assumir a Ouvidoria Geral.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *