https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/detran-de-mato-grosso-e1508254412194.jpg

EFEITO GREVE

Mutirão do Detran de MT realiza mais de 12 mil atendimentos

Divulgação Detran ‘quebra’ contrato com terceirizada e economiza R$ 14 milhões. Foto: Assessoria

Detran ‘quebra’ contrato com terceirizada e economiza R$ 14 milhões. Foto: Assessoria

O Mutirão de Regularização Veicular, organizado pela Casa Civil e coordenado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), realizou 12.446 atendimentos.

A ação foi realizada entre os dias 14 e 20 de dezembro, na Arena Pantanal, em Cuiabá, e nas unidades de Rondonópolis. Nas Circunscrições Regionais de Trânsito (Detran-MT) de Sinop, Tangará da Serra e Barra do Garças o mutirão encerrou na sexta-feira (18).

O presidente da autarquia, Rogers Elizandro Jarbas, explica que em Cáceres, como os processos veiculares estavam em dia, os servidores capacitados permaneceram de sobreaviso, e que todo atendimento foi realizado exclusivamente pelos servidores do Detran-MT.

Do total de atendimentos, 8.717 foram de processos veiculares e 3.729 de vistorias, superando a meta inicial de 12 mil procedimentos, número este referente à demanda represada devido à greve dos servidores, que durou 44 dias.

Além do mutirão, o atendimento nas unidades da autarquia ocorreu normalmente, absorvendo toda demanda reprimida.

Ação Emergencial

Para minimizar os transtornos causados pela greve dos servidores do Detran-MT, o Governo do Estado, por meio da Casa Civil, coordenou a ação que contou com uma força-tarefa formada por 170 servidores de várias secretarias que foram capacitados por uma equipe do Detran-MT.

Os servidores capacitados atuaram na capital e no interior. Foram cadastrados no sistema e tiveram perfil restrito às atividades desempenhadas, todas sob a coordenação direta de servidores do Detran-MT.

O mutirão contou com atendimento para abertura de processos de transferência de propriedade, primeiro emplacamento, vistoria e segunda via de Certificado de Registro de Veículos (CRV).

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *