https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/Policia_civil-e1490622227905.jpg

CHACINA EM MT

Polícia conclui inquérito e indicia 3 por sequestro e morte de mãe e filhos

Divulgação

A Polícia Judiciária Civil indiciou os três homens acusados de matar uma família em Juína (735 km a Noroeste), no dia 23 de dezembro de 2015.

Os suspeitos, J. de S. M., C. J. de S., ambos presos, e J. C. L. L., que está foragido, irão responder por crimes extorsão mediante sequestro com resultado morte, estupro e associação criminosa.

J. de S. M. está preso desde o crime e o comparsa,C. J. de S., foi preso na última quinta-feira (31.12), em uma barreira da Polícia Militar, entre o município de Juina e Cotriguacú (950 km a Noroeste).

Ambos cumprem prisão temporária (30 dias). J. de S. M. está na cadeia de Juína e C. J. de S. recolhido em Colniza.

O promotor de Juína, Danilo Preti Vieira, deverá oferecer denúncia contra os acusados nesta segunda-feira (04.01), pela morte de Luzinete Sacchi Barbosa, 50 anos, da filha Gláucia Sacchi Barbosa, 18 anos, e o filho Matheus Sacchi Barbosa, 13 anos.

As vítimas foram sequestradas, torturadas e mortas a pauladas em uma fazenda, na região de Juína.

Os criminosos invadiram a propriedade na noite do dia 22 de dezembro e renderam pai, mãe e os dois filhos.

A mulher e os filhos foram retirados da propriedade pelos bandidos e o marido, único sobrevivente, permaneceu na fazenda com um dos bandidos, para forçar pagamento pelo resgate da mulher e dos filhos.

Os bandidos tinham conhecimento que o irmão da mulher havia vendido uma fazenda em Juara, no valor de R$ 700 mil, e exigiam cerca de R$ 900 mil para libertação da família.

O homem contou que depois de várias negociações foi levado para o mato e, já pela manhã, no dia 23 de dezembro, pediu para tomar água em um riacho próximo, quando conseguiu pegar a espingarda do sequestrador e rendê-lo.

A vítima levou o bandido, J. de S. M., até uma fazenda vizinha e pediu ajuda para amarra-lo enquanto a Polícia era acionada.

Ele acreditava que a mulher e os filhos estavam vivos.

O suspeito levou a Polícia até o local onde a família era mantida refém, e lá mãe, filho e a filha forma encontrados todos mortos a pauladas.

A jovem ainda foi violentada sexualmente.

O delegado Rodrigo Costa Rufato informou que concluiu na semana passada o inquérito policial, em razão da prisão em flagrante do primeiro criminoso.

Ele informou que os dois presos atribuem o plano de sequestro, estupro da jovem e as mortes ao foragido J. C. L. L.

“Estamos apurando. Três temos certeza de participação no crime. Vamos continuar apurando a envolvimento de mais pessoas”, declarou.

Um inquérito complementar foi instaurado para apurar eventual participação de outras pessoas no crime bárbaro.

Os três bandidos são moradores de Cotriguacú.

J. C. L. L tem passagens por tentativa de homicídio. Ele é tio do C. J. de S.

Veja Mais

Um comentário em “Polícia conclui inquérito e indicia 3 por sequestro e morte de mãe e filhos”

  1. junior disse:

    Queria saber porque não publica o nome completo desses vermes assassinos. por acaso é menor de idade?? que eu saiba não é, então além do nome tinha que colocar a foto desses desgraçados pras pessoas saberem quem são, afinal logo esses bandidos estão soltos pois neste país não há justiça. tenho certeza que a cambada dos direitos humanos ainda defendem esses bandidos ou seja, tem que ficar separado numa cela pra não serem linchados. Eu pergunto: Uns vermes desses merecem segunda chance?? queria ver se tivesse acontecido com seu pai, sua mãe ou um parente próximo.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *