https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/mosquito-da-dengue-1024x707.jpg

PNEUS AO RELENTO

MPE notifica prefeitura para combater focos da dengue em Kart da Capital

Ilustrativa

O aumento do número de casos suspeitos de microcefalia em Mato Grosso, relacionados ao Zika Vírus, é preocupante e exige o empenho de todos os cidadãos no combate ao Aedes Aegypti.

Além dos cuidados básicos para eliminação dos focos do mosquito nas residências, a população também precisa denunciar às autoridades os focos localizados nos imóveis abandonados.

Nesta quarta-feira (6), por exemplo, o procurador de Justiça Domingos Sávio de Barros Arruda encaminhou ofício à Vigilância Sanitária de Cuiabá com denúncia e pedido de providências em relação a possíveis focos do mosquito em pneus que estão espalhados ao relento no Kart Clube Cuiabá, na Avenida Dante de Oliveira.

“Todos nós, cidadãos, precisamos estar atentos e denunciar às autoridades onde estão os focos do mosquito para que as providências possam ser adotadas. Não podemos ficar de braços cruzados, pois a situação vem se agravando a cada dia”, ressaltou Arruda.

De acordo com dados divulgados ontem pela Secretaria de Estado de Saúde, 44 novos casos suspeitos de microcefalia foram registrados na região Oeste de Mato Grosso, mais especificamente nos municípios de Cáceres (42), Jauru (1) e Pontes e Lacerda (1).

Agora, o número de casos investigados no estado subiu de 79 para 123, incluindo os casos de seis gestantes que já realizaram exames e foi verificada a doença nos fetos.

Em Mato Grosso, outros oito municípios da região Sul já haviam registrado casos suspeitos de microcefalia, sendo 66 em Rondonópolis (quatro gestantes), dois em Alto Garças, dois em Itiquira, dois em Pedra Preta, dois em São José do Povo, um em Itiquira, um em Jaciara e um em Tesouro, além de uma gestante em Cuiabá e uma gestante em Peixoto de Azevedo, região Norte do estado. Com isso, o número de municípios com casos suspeitos subiu de oito para 11.

MOBILIZAÇÃO: Atendendo a orientação da Procuradoria Especializada em Defesa da Cidadania e do Consumidor, várias Promotorias de Justiça instauraram inquérito para acompanhar as medidas efetivas adotadas pelo Poder Público para combater o mosquito da dengue. Entre elas, Cuiabá, Poxoréo, Sorriso, Chapada dos Guimarães, Porto dos Gaúchos, Nova Xavantina, Canarana e Tabaporã.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *