PEDIU PRA SAIR

Saída de Zaqueu do comando da PM é motivada por pai que está com câncer

A saída do coronel Zaqueu Barbosa do comando da Polícia Militar de Mato Grosso é motivada por uma questão familiar.

O pai do coronel está com câncer e a família decidiu juntamente com o oficial que este seria o momento de deixar o comando da PM.

A informação foi postada no Facebook pela esposa de Zaqueu. Várias pessoas comentaram o post e elogiaram a decisão do oficial.

Havia boatos de que a saída de Mauro Zaque da Secretaria de Segurança Pública seria por causa de dificuldades de relacionamento com Zaqueu.

Em entrevista ao SBT Comunidade, há 10 dias, Zaqueu se posicionou sobre essa situação e alegou que não existia essa informação.

Zaqueu entregou o pedido de exoneração na tarde desta terça-feira (12) ao secretário de Segurança

Galindo já deu início ao processo de transição se reunindo com o atual e o futuro comandante. O coronel PM Gley Alves será empossado no cargo na próxima segunda (18).

O coronel Zaqueu Barbosa lembrou das ações do primeiro ano de mandato de Pedro Taques (PSDB) que resultaram na redução dos índices de criminalidade no Estado, como o aumento no efetivo de policiais e bombeiros militares, aquisição de novas viaturas, armamentos e demais equipamentos para as forças de segurança.

 “Quero agradecer o governador Pedro Taques pela confiança destes 460 dias, por ter proporcionado, ao final da minha carreira, a possibilidade de comandar a instituição que tanto amo. Agradeço também ao governador por ter dado condições da PM desenvolver seu trabalho, mesmo com as dificuldades financeiras que o Estado enfrenta. Por fim, agradeço a todos os policiais, do soldado mais moderno ao coronel mais antigo, pela dedicação e incansável trabalho de proteger o cidadão mato-grossense”, disse o coronel Zaqueu.

A meta, de acordo com o secretário Fábio Galindo, é dar continuidade às operações integradas, com foco no combate a homicídios, roubos e tráfico, que resultaram na redução dos índices de criminalidade, aumento de apreensões de entorpecentes e fortalecimento do trabalho de integração e humanização da polícia, por meio dos projetos sociais.

“A Segurança Pública apresentou resultados positivos no ano de 2015 e o coronel Zaqueu teve papel fundamental nesse processo. O coronel Alves foi convidado para o comando em razão de sua história construída fortemente no aspecto operacional, comandando regiões do interior e, atualmente, na capital, o que lhe trouxe naturalmente o respeito da tropa. Estou convicto de que teremos uma Polícia Militar com grandes avanços em 2016, na linha do trabalho que foi desenvolvido com competência em 2015”, frisou o secretário Fábio Galindo.

O governador Pedro Taques também agradeceu o empenho do comandante da PM ao longo de 2015 e neste início de 2016 e reforçou o compromisso de continuar trabalhando para dar as condições necessárias para que os profissionais da segurança exerçam suas funções na proteção do cidadão.

“Agradeço ao coronel Zaqueu não apenas pelo comando à frente da valorosa Polícia Militar, mas por anos em que ele vem exercendo a nobre missão de levar segurança e tranquilidade à sociedade. O coronel foi o esteio de toda a tropa no trabalho de realizar o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública, por meio de ações planejadas e coordenadas, que resultaram em mais segurança e menos violência em Mato Grosso”, concluiu Pedro Taques.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *