https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/01/COBRA.jpg

COBRA PELO CORREIOS

Homem presta depoimento na delegacia e alega desconhecer encomenda

O destinatário de um pacote contendo uma cobra exótica, da espécie Corn Snake, conhecida no Brasil como a “cobra do milho” foi ouvido na Delegacia Especializada do Meio Ambiente, na tarde desta sexta-feira (15), e contou que não tem conhecimento da encomenda e também não sabe o porquê de ter sido enviada para o endereço do trabalho dele.

A caixa de papelão foi barrada na agência dos Correios, do bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, que detectou a presença do filhote de cobra, de pouco menos de um mês de vida, nascido em 26 de dezembro.

A cobra foi postada em Belo Horizonte (MG) para um endereço na Avenida Isaac Póvoas, em Cuiabá.

Dentro do pacote continha mídias de CDs e DVDs e outros materiais para tentar passar pelo aparelho de raio X, sem descobrir a presença do animal vivo.

O material metálico dificulta a identificação, mas acabou descoberto pelos funcionários dos Correios que acionaram o Batalhão Ambiental da Polícia Militar, que, por sua vez,  entregou o animal na sede da Dema, nesta sexta-feira (15).

O envio de animais entre estados configura tráfico interestadual e o remetente poderá responder pelo crime, na esfera estadual e federal.

A Polícia Civil de Mato Grosso irá solicitar à Polícia Civil em Belo Horizonte, por meio de carta precatória, para localizar o destinatário e colher depoimento.

A cobra corn snake é originária dos Estados Unidos e pode colocar em média entre 15 e 18 ovos.

É uma espécie exótica e não pode ser criada como animal de estimação.

A cobra será devolvida para o Batalhão Ambiental, que ficará como depositário.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *