https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/11/roseli-barbosa.jpg

EX-SECRETÁRIA DA SETAS

Roseli Barbosa e mais 31 pessoas são denunciadas pelo MPE por suposto desvio milionário

Divulgação

A ex-primeira dama do estado de Mato Grosso, Roseli Barbosa (PMDB), foi denunciada formalmente pelo Ministério Público Estadual (MPE) por improbidade administrativa em quatro ações civis públicas que a acusam de participação em um esquema de desvio de até R$ 26 milhões dos cofres públicos da Setas (Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social) no período de 2011 a 2014, quando chefiou a Pasta no mandato de seu marido, ex-governador Silval Barbosa (PMDB).

Os processos já foram distribuídos ao juiz da Vara Especializada de Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá, Luís Aparecido Bertolucci Júnior.

Ao todo, são mais de 38 pessoas físicas e jurídicas denunciadas pelos desvios de recursos públicos que ultrapassariam os R$ 26 milhões.

As denúncias são resultado das investigações conduzidas pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de contra o Crime Organizado) que culminaram nas operações Arqueiro e Ouro de Tolo.

Na esfera criminal, já tramita uma ação penal na Justiça pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, associação a organização criminosa e outros.

O esquema consistia na utilização de institutos de fachadas criados pelo empresário Paulo César Lemes para dar cursos de qualificação profissional em várias regiões.

Os institutos seriam administrados por “laranjas” do empresário que veio a se tornar delator do esquema.

Além de Roseli Barbosa, que foi alvo de quatro novas ações por corrupção após ter sido presa no ano passado e solta por decisão do Superior Tribunal de Justiça, outros ex-servidores da Secretaria foram denunciados como, por exemplo, o ex-secretário Jean Estevam Campos Oliveira, ex-assessor Rodrigo de Marchi e Vanessa Rossin Figueiredo.

Na lista constam empresários dos ramos gráfico e hoteleiro.

Apesar de ter sido preso e fazer parte da denúncia no âmbito criminal, o ex-chefe de gabinete do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), Sílvio César Correa Araújo, não foi denunciado pelos crimes na esfera cível. A informação é do Diário de Cuiabá

Veja Mais

Um comentário em “Roseli Barbosa e mais 31 pessoas são denunciadas pelo MPE por suposto desvio milionário”

  1. Seu comentário possui palavras ofensivas! Por favor, refaça!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *