https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/Policia_civil-e1490622227905.jpg

ESTRADA DE CHAPADA

DNA confirma que corpo carbonizado dentro de carro veículo era de gerente

Divulgação

A Perícia Oficial e Identificação técnica (Politec) confirmou, através de exame de DNA, a identidade do gerente de banco, Danilo Moreno Romero, que estava desaparecido desde o dia 8 de janeiro e teve o corpo encontrado carbonizado no porta-malas de um veículo nas proximidades do mirante de Chapada dos Guimarães, na madrugada do dia 9 de janeiro.

O exame foi concluído nesta segunda-feira (25) e encaminhado à Delegacia de Chapada dos Guimarães, que conduz o inquérito.

​Conforme o coordenador de perícias em Biologia Molecular da Politec, Heitor Simões Dutra, o material genético foi coletado do corpo da vítima e comparado com as amostras de referência dos seus pais.

“Trata-se de um exame de média complexidade em que, mesmo devido ao grau de carbonização da vítima, foi possível de se obter o resultado em menos de 15 dias”, afirmou.

O laudo de necropsia, emitido pelo Instituto Médico Legal, constatou que a morte do bancário se deu por carbonização.

Um inquérito foi instaurado na Delegacia da Polícia Judiciária Civil de Chapada dos Guimarães e presidido pelo delegado, Diego Alex Martimiano.

A apuração do crime é realizada em parceria com as Delegacias dos municípios de Nobres e Rosário Oeste, na coordenação dos delegados Caio Fernando Alvares Albuquerque e Guilherme Berto Nascimento Fachinelli, e suporte operacional do Núcleo de Inteligência da Regional de Cuiabá.

A vítima morava em Rosário Oeste e, por conta disso, muitas das  diligências se concentram na região.

Os delegados informaram que diante da complexidade do caso, as investigações tramitam em sigilo até o total esclarecimento  e identificação dos envolvidos pela morte do bancário.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *