https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/GAECO-e1458074267353.jpg

CRIME ORGANIZADO EM MT

Fábio Galindo se reúne com Paulo Prado e MPE prevê novas operações no Estado

Divulgação

O Procurador-geral de Justiça, Paulo Roberto Jorge do Prado, recebeu nesta segunda-feira (25.01), em seu gabinete na Procuradoria Geral de Justiça, a visita de cortesia do secretário de Segurança Pública (Sesp), promotor Fábio Galindo e do novo comandante da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso, coronel Gley Alves de Almeida Castro. O estreitamento entre as instituições de segurança foi o assunto principal da reunião.

A parceria que existe hoje entre as polícias Militar e Civil com o Ministério Público é salutar, conforme o procurador-geral de Justiça.

“Precisamos fortalecer as instituições por meio do diálogo. O Ministério Público pertence a sociedade, essa união é a tão sonhada resposta para atender os anseios da população. Quem ganha com tudo isso é o cidadão de bem que almeja o fim da impunidade”, frisou Prado.

Já o secretário de Estado de Segurança Pública, Fábio Galindo, enalteceu o trabalho do Grupo de Atuação contra o Crime Organizado (Gaeco) e afirmou que essa parceria será fortalecida.

“A segurança pública vive um momento de transformação, mas sozinha não consegue avançar. É um sistema que tem necessidade de trabalhar com os demais poderes”, salientou Galindo. Ainda segundo o secretário, o momento é de avanços.

Há uma semana à frente do Comando Geral da Polícia Militar, o coronel Gley Alves demonstrou satisfação na atual parceria.

“Juntos construiremos uma plataforma de comando para melhorar ainda mais os avanços que já tivemos. Precisamos cada vez mais do apoio do Ministério Público que hoje já é forte para enfrentar um novo momento”, afirmou o coronel.

O reforço de dois delegados da Polícia Civil no ano passado, que passaram a fazer parte do quadro do Gaeco, tem trazido desdobramentos satisfatórios.

“A caminhada entre Ministério Público, polícias Militar e Civil resultou em grandes operações. Nossa meta é ampliarmos o combate ao crime organizado.

O Gaeco está muito bem estruturado”, assegurou o coordenador do Gaeco, Marco Aurélio de Castro.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *