https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/01/VÁRZEA-GRANDE.jpg

DEMANDA DO CRISTO REI

Prefeitura de Várzea Grande inicia demolição do Ferreirão para construir UPA 24 horas

A prefeitura municipal de Várzea Grande, por meio da secretaria de Viação, Obras e Urbanismo, solicitou vistoria ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de Mato Grosso (Crea/MT), para averiguar as reais condições de segurança e acessibilidade das instalações do Ginásio de Esporte Municipal ‘Alibel Ferreira da Silva’, o Ferreirão.

A vistoria técnica foi realizada no dia 19 de novembro de 2015, pela coordenadoria de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) do Crea/MT, sob o relatório técnico nº 030/2015.

O laudo de onze páginas recomenda ao Município que após a análise geral da estrutura ele não está adequado para a finalidade que se propõe. Conforme trecho do documento, “…considerando que a estrutura está completamente comprometida, oferecendo riscos de possível desabamento. Sugerimos que o Ginásio seja demolido, e que seja construída outra edificação adequada aos fins que se propõe, com estruturas modernas, eficientes e adaptadas às necessidades da população…”.

Segundo o secretário de Viação, Obras e Urbanismo, Luiz Celso de Moraes, de posse do laudo e das recomendações, é que a prefeitura tomou a decisão de dar início ao processo de demolição.

“Estamos tomando todos os cuidados necessários e também de verificar o que pode ser aproveitado de material que faz parte do patrimônio público. Iniciamos um processo de retirada desses bens para então proceder com a demolição”.

O secretário de Governo, Juarez Toledo Pizza, disse que no local será edificada uma Unidade de Pronto-Atendimento, UPA-24 horas, que atenderá a demanda de saúde de todo o Cristo Rei.

“O local é estratégico, de fácil acesso a todas as regiões que formam o grande Cristo Rei. A UPA 24 horas tem como finalidade ampliar o atendimento de saúde em Várzea Grande, melhorar a qualidade dos serviços e desafogar as demandas do Pronto-Socorro Municipal”.

O secretário informa ainda que a comunidade local vai ter uma área de lazer, um novo ginásio poliesportivo com espaço adequado para a prática esportiva. “A partir do momento que o Ferreirão foi condenado, a prefeitura passou a buscar uma área para abrigar um novo complexo, que será moderno e que com certeza vai atender à população por muitos anos e de forma segura”, assegura Juarez.

Com relação a uma possível ocupação do Ginásio Ferreirão, o secretário de Governo afirma que não há, por parte da Administração, qualquer termo de doação ou de utilização do espaço. “Até porque, o Município não poderia ceder um espaço que está comprovadamente condenado por engenheiros do Crea/MT, que é o órgão máximo e de competência para esses fins”.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *