https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/02/nininho1.jpg

QUAL É A MÁGICA QUE ESTE GRUPO FAZ

Nininho diz que JBS/Friboi quer fazer monopólio em Mato Grosso e propõe CPI

O primeiro secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado estadual Ondanir Bortolini, o Nininho (PR), disse, nesta quinta-feira (4), durante o depoimento do executivo da JBS/Friboi, Valdir Aparecido Boni, que quer propor uma CPI contra a empresa frigorífica.

“Eu quero saber qual é a mágica que este grupo faz, compraram 22 plantas e fecharam 12, que são de alto valor”, comentou o deputado.

Segundo Nininho, a ideia da JBS/Friboi é criar um monopólio em Mato Grosso, sufocando as outras empresas.

APROVAÇÃO DO PRESIDENTE DA JSB/FRIBOI

Os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Incentivos Fiscais aprovaram, por unanimidade, a convocação do presidente da JBS/Friboi, Wesley Batista Mendonça.

O pedido foi feito pelo deputado estadual Wilson Santos (PSDB), membro da CPI.

Segundo o tucano, o executivo da gigante do setor de frigorífico, Valdir Aparecido Boni, não teria dado respostas a contento para a Comissão sobre as informações tributárias da empresa junto ao Governo do Estado após ter conseguido os incentivos fiscais.

Wesley Batista Mendonça é primo de Fernando Mendonça, empresário do ramo atacadista.

Wesley deve ser notificado pela CPI e após isso deve ser marcada uma data para sua oitiva.

Valdir Aparecido Boni, juntamente com o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) e ex-secretários Pedro Nadaf e Marcel de Cursi tiveram os bens bloqueados pela Justiça Estadual no final de 2014.

O total de bloqueio de bens chegou pouco mais de R$ 73 milhões.

CLIMA QUENTE NA CPI

O depoimento do executivo da JBS Friboi, Valdir Aparecido Boni, na CPI dos Incentivos Fiscais da Assembleia Legislativa provocou mau estar entre os membros da Comissão.

O presidente da CPI, deputado estadual Zé Carlos do Pátio (SD), quis suspender a CPI porque Boni não estaria dando as respostas, segundo o deputado, a contento da Comissão Parlamentar de Inquérito.

Boni está sendo ouvido como testemunha, e ele deve responder todas as perguntas, sem omitir e sem mentir, mas podendo ficar em silêncio.

Por causa desse pedido de Pátio, os deputados Emanuel Pinheiro (PR) e Max Russi (PSB) ficaram contrariados com o pedido de suspensão.

Emanuel Pinheiro defendeu a posição do executivo sobre as respostas e disse que ele estaria no direito de falar o que achar conveniente.

Pátio não gostou e disse que o republicano agiu como advogado de defesa de Valdir Boni, apesar do empresário estar com quatro defensores.

Foto: Marcos Lopes

Veja Mais

3 comentários em “Nininho diz que JBS/Friboi quer fazer monopólio em Mato Grosso e propõe CPI”

  1. paulo de almeida disse:

    Seu comentário possui palavras ofensivas. Por favor, refaça!

    1. paulo de almeida disse:

      Porque moderacao, vcs pedem opiniao, postei publiquem ou tem rabo preso com o tal nininho.

      1. paulo de almeida disse:

        Porque moderacao se vcs tem rabo preso com dep que os cuiabanos nao sabem nem quem e problema seus.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *