https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/mpe-e1519670868580.jpg

LEGADO DA COPA

MPE apura superfaturamento em obra de R$ 23,6 mi em Cuiabá

Divulgação

O Ministério Público Estadual (MPE)  mantém um inquérito civil aberto para apurar a suspeita de superfaturamento em um contrato de R$ 23,696 milhões firmado pela extinta Secopa (Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo).

As investigações são conduzidas pelo promotor de Justiça, Clóvis Almeida, que autorizou uma retificação a investigação.

Com isso, o prazo para conclusão ser transferido para 12 de fevereiro de 2017. O contrato em questão é resultado do edital de concorrência 011/2012 que permitiu uma licitação da qual se sagrou vencedor o consórcio formado pelas empresas Trimec Construções e Engenharia LTDA e Hytec.

O contrato previa a execução de obra, restauração e duplicação da Avenida Arquimedes Pereira Lima, uma das principais vias de Cuiabá, em uma extensão de aproximadamente 4,42 km contemplando a duplicação e alargamentos das pontes sobre o córrego do moinho e Rio Coxipó, com extensão de 44m e 84m, respectivamente.

A duplicação da avenida Arquimedes Pereira Lima é considerada de suma importância para desafogar o fluxo de veículos da Avenida Fernando Corrêa antecedendo o Complexo Viário do Tijucal.

A obra foi feita com o intuito de que os moradores dos bairros da região do Planalto, Santa Cruz e Boa Esperança, entre outros, acessem as principais avenidas de Cuiabá sem precisar passar pela avenida Fernando Corrêa. A obra apresentou falhas logo um ano após ser inaugurada.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *