https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/03/mauri.jpg

COMENDADOR MAURI

AL concede honraria para réu em ação de improbidade e ex-secretário de Silval

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso vai conceder a Mauri Rodrigues de Lima a comenda Senador Filinto Müller, uma das mais altas honrarias prestadas a pessoas que contribuem com o crescimento do Estado. A informação consta no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (4).

Mauri Rodrigues foi secretário de Saúde na gestão de Silval Barbosa (PMDB).

Ele assumiu a pasta em 2013, após a saída do então deputado federal Pedro Henry (sem partido).

Mauri se enrolou com a Justiça no período que comandou a Saúde.

Ele virou réu numa Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa proposta pelo Ministério Público e aceita pela Justiça.

Segundo o MPE, quando secretário, Lima ocultava-se deliberadamente para evitar intimações, descumpria decisões judiciais e ainda agia ardilosamente ocultando-se ao recebimento das intimações.

O Ministério Público cita oito pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) que não tiveram suas liminares atendidas na gestão de Mauri.

SAÍDA CONTURBADA

Mauri Rodrigues não teve uma passagem tranquila pela Secretaria de Saúde. Ex-prefeito de Sinop, o gestor enfrentou a fúria do Partido Progressista, do então deputado Pedro Henry.

Na Assembleia Legislativa, à época, os deputados estaduais Antônio Azambuja e Ezequiel Fonseca (ambos do PP), este último agora presidente da Legenda no Estado, resolveram pressionar Silval para demitir Mauri depois que ele resolveu retirar a maioria de servidores da Saúde indicados pela sigla para cargos comissionados.

Para piorar a situação do então secretário, Pedro Henry denunciou que a pasta havia desviado em torno de R$ 37 milhões, de maio de 2012 até agosto de 2013, recurso público que seria aplicado no Hospital Regional de Sinop.

Com a situação insustentável, Mauri Rodrigues de Lima saiu em outubro do ano que entrou.

Em sua gestão, vários escândalos foram vinculados à pasta, como os mais de R$ 4 milhões em medicamentos jogados fora, por terem perdido o prazo de validade.

Mauri voltou a viver em Sinop após deixar o cargo. Nas entrevistas dadas à imprensa, Mauri sempre negou que tivesse participado de qualquer irregularidade.

Foto: Divulgação

Veja Mais

Um comentário em “AL concede honraria para réu em ação de improbidade e ex-secretário de Silval”

  1. MANUELA disse:

    PRA CABAR!!!!!!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *