https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/blairo-maggi.jpg

MUDANDO DE LADO

Maggi diz que Dilma não tem ‘credibilidade’ e defende agilidade no impeachment

Agência Senado

Em discurso no plenário do Senado, nesta segunda-feira (7), o senador Blairo Maggi (PR) defendeu que o Congresso decida sobre o processo de impeachment, ou pela cassação do mandato da presidente Dilma Rousseff, ou para mantê-la no poder.  “O pior dos mundos é não tomarmos a decisão”, afirmou.

Na avaliação do senador mato-grossense, somente após a decisão do Congresso é que o governo poderá resgatar sua credibilidade. “Após o embate e o debate do impeachment é que nós vamos ter uma saída para o Brasil”.

Blairo Maggi entende que o governo não tem mais credibilidade e, sem a confiança da população, não conseguirá governar.  “Penso que a saída política para o Brasil é a discussão do impeachment. Não dá para varrer para debaixo do tapete como se não estivesse acontecendo nada, porque a situação no país é bastante grave, uma situação que merece todo o nosso cuidado”, advertiu.

O senador fez duras críticas à forma como o governo vem conduzindo a economia do país. Para ele, o governo tem tido um posicionamento de “desleixo em relação à condução da economia” o que tem levado o Brasil a uma profunda recessão. Maggi lembrou que essa questão está “acoplada” à falta de credibilidade do governo ‘que vem se desgastando não apenas pelos problemas econômicos,  mas pelo aprofundamento das investigações da Operação Lava-Jato’, disse.

“Então, quando nós juntamos a crise econômica com a crise política, nós temos uma situação bastante complicada, uma situação que nos leva a fazer uma reflexão profunda do que será o país daqui a alguns meses, daqui a um ano, daqui a dois anos”, alertou Maggi.

O senador também fez uma crítica ao Congresso pela aprovação das chamadas “pautas-bomba”, votadas no ano passado. Para ele não foi pensado nas consequências para o país. “Não podemos só botar culpa lá do outro lado da rua, na Presidência da República, como se não tivéssemos feito nada. Fizemos muitas coisas aqui, foram aprovadas muitas leis, muitos gastos foram aprovados sem ter a contrapartida necessária”.

Na opinião do senador, o Brasil é hoje reflexo da “irresponsabilidade da política”. “O Brasil está vivendo neste momento uma grande confusão porque faltou dinheiro. Está sem dinheiro, está tecnicamente quebrado, está sem liderança, está sem poder, sem as condições de confiabilidade para andarmos para frente”, observou.

Blairo Maggi lembrou que gravou um vídeo chamando as pessoas para irem às ruas no próximo dia 13 porque considera que a situação do país não está boa. “Se as pessoas acham que não está bom, reivindiquem, vão para a rua. Quanto mais gente estiver na rua no dia 13, mais gente vai dizer para o Governo: ‘Olhe, Governo, eu não estou satisfeito com o que está aí’”.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *