MORRERAM CARBONIZADOS

Corpos que seriam de 2 vereadores são trazidos para Cuiabá para identificação

Os corpos dos dois mortos em violento acidente, ontem à tarde, em Nova Mutum, foram encaminhados, esta tarde, a Politec -Perícia Oficial de Identificação Técnica-, na capital, serão feitos exames da DNA para comprovar se são os dois vereadores em Nova Guarita, Moacir Kremer e Ludi Espindola Zanata.

A decisão foi tomada após a identificação não ter sido feita por legista porque os corpos estão carbonizados.

O presidente da câmara de Nova Guarita, Jair Lazarroto, está em Mutum, com familiares dos vereadores, para fazer os procedimentos necessários e também seguirão a Cuiabá.

“Esperamos que seja procedimento rápido porque é um momento muito delicado para todos nós. A delegacia (Polícia Civil) acionou a Politec e estamos aguardando a vinda deles. Os exames devem ser feitos nesta 4ª”, disse Jair, ao Só Notícias.

Porém, o resultado dos exames de DNA podem sair em aproximadamente 20 dias. A expectativa inicial era que a identificação fosse feita hoje.

Os corpos que estavam no Fiat Siena, branco, da Câmara de Nova Guarita foram encaminhados a uma funerária em Nova Mutum.

Com a violenta colisão frontal, envolvendo o carro e uma carreta Scânia, vermelha, na BR-163, a cerca de 30 km do praça de pedágio em Nova Mutum, o veículo pegou fogo e os dois ocupantes morreram carbonizados.

O presidente confirmou, ao Só Notícias, que ontem liberou, na 2ª feira de manhã, o carro oficial da câmara para os vereadores Moacir Kremer, 65 anos, e Ludi Espindola Zanata, 28 anos, irem a Cuiabá onde teriam audiências com um deputado para tratar de assuntos do município.

Ele também confirmou, com base nos dados apurados pela Polícia Rodoviária Federal, que o veículo era da câmara.

Kremer era agricultor e filiado ao PSB. Ludi Zanata era administrador e filiado ao PT. Ambos eram casados.

Uma equipe de peritos esteve no local do acidente e encaminhará laudo para a Polícia Civil em Nova Mutum que vai concluir as investigações.

Uma das hipóteses do acidente é que houve invasão de pista.

A polícia confirmou que o carreteiro prestou depoimento, mas não foram informados detalhes.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *