https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/01/samu-e1525609790523.jpg

TRAGÉDIA EM MATO GROSSO

Carros batem de frente e quatro morrem em acidente na BR-163 em MT

Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou que quatro pessoas morreram na colisão no sábado (19), entre uma caminhonete Toyota Hilux branca com uma picape Fiat Strada, da mesma cor, na BR-163, em Terra Nova do Norte (675 Km de Cuiabá).

Entre as vítimas estão uma menina de 9 anos, dois homens e uma mulher.

“Um dos que morreram era natural da Inglaterra, portanto, estamos mantendo uma cautela em relação a divulgação dos nomes. Ainda precisamos de autorização do Consulado Britânico”, explicou um policial, ao Só Notícias.

Outras quatro vítimas ficaram feridas no acidente.

A mãe da criança que faleceu teve vários ferimentos, foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e conduzida para o Hospital Regional de Sinop.

A irmã dela também estava na Fiat Strada e acabou encaminhada para uma unidade médica em Colíder.

Além delas, um recém-nascido também foi resgatado do veículo.

O estado atual de saúde dos sobreviventes ainda está sendo confirmado.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a colisão, provavelmente, foi ocasionada por ultrapassagem malsucedida feita pelo condutor da Toyota Hilux.

“Acreditamos que ele tenha tentado ultrapassar em faixa contínua. A Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) analisou a cena do acidente e deverá emitir um laudo, em até 30 dias, apontando as causas e responsabilidades”, explicou.

Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) e não foram liberados para procedimentos fúnebres.

Uma funerária informou, ao Só Notícias, que duas vítimas serão sepultadas em Peixoto de Azevedo, onde residem familiares.

O estrangeiro possivelmente será trasladado para a Inglaterra. O condutor da Toyota Hilux era morador de Sorriso, onde deverá ser sepultado.

Segundo informações da funerária, os ocupantes da Fiat Strada estariam indo a Colíder para uma formatura, quando houve a colisão.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *