CPI DOS INCENTIVOS FISCAIS

Dono do maior frigorífico do país, Wesley Batista só quer depor em maio para deputados de MT

O empresário Wesley Batista, executivo da JBS-Friboi, pediu para ser ouvido pela CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal em maio. Já o presidente da CPI, deputado José do Pátio, quer ouvi-lo até dia 20 de abril.

Outro que quer ouvir o empresário – ou conhecê-lo mais de perto – é o deputado Nininho, que criou a CPI para investigar os frigoríficos. A JBS domina este mercado em Mato Grosso, no Brasil e também no mundo!

A atual legislatura da AL é uma profícua criadora de CPIs, principalmente para investigar grandes empresas e empresários. Até aí, nada demais. O problema é a suspeita de que elas são movidas a interesses nada republicanos.

Um entendido na política local argumenta que este interesse por CPIs é proporcional à dificuldade que os atuais deputados têm em levantar recursos, principalmente financeiros, junto ao atual ocupante do Paiaguás. Com Folhamax

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *