https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/03/MAURO-SAVI.jpg

AGORA NO PSB

Depois de se rotular ‘leproso’, Savi comemora ida para base do governo Taques

O deputado estadual Mauro Savi, agora no PSB, passa a fazer parte da base do governo do Estado na Assembleia Legislativa.

Em uma entrevista ao site Gazeta Digital, o deputado criticou o presidente do PR, senador Wellington Fagundes, por se sentir incomodado sendo oposição ao governo.

Para quem não se lembra, o próprio parlamentar criou o rótulo de leproso durante o processo de eleição da Mesa Diretora da AL em fevereiro do ano passado, quando ele tentou ser o primeiro-secretário da Casa na chapa com o atual presidente, Guilherme Maluf (PSDB).

Savi criticou duramente a posição do governo em interferir na eleição e citou que um carimbo foi colocado às suas costas em razão de sua estreita ligação com Blairo Maggi (PR), Silval Barbosa (PMDB) e José Riva (sem partido).

Agora, Savi festeja a oportunidade de estar no mesmo rumo do Governo do Estado e da prefeitura de Cuiabá.

VEJA REPORTAGEM DO GAZETA DIGITAL

O deputado Mauro Savi oficializou a ida para o PSB e agora passa a fazer parte da base do governador Pedro Taques (PSDB), na Assembleia Legislativa. Ex-republicano não poupou críticas ao presidente da sigla em Mato Grosso, senador Wellington Fagundes, por ser oposição ao Executivo estadual e isso atrapalhar Cuiabá.

Para Savi, Wellington o deixava em uma situação ruim com a sua posição contrária ao governo. “Eu tive que pensar muito nisso. A posição do líder do PR atinge quem está em Cuiabá e eu estou na Capital”, comentou.

O ex-republicano deixou o PSB em 2003 e aderiu ao PPS para seguir o senador Blairo Maggi e, posteriormente, migrou para o PR.

“Havia um compromisso, fui para o PR por que o Blairo havia ido. Hoje a história se modifica um pouco. No PSB me sinto em casa, em uma situação confortável. Estou na base de um governo sereno. Estava me sentindo mal com um líder do partido com o posicionamento contrário. Eu tenho mais dois anos de mandato e o Wellington tem 7 anos “.

Quanto à postura dentro da Assembleia o novo socialista afirma que continuará sendo crítico quando necessário. “Não vou votar contra o Estado. Vou votar juntamente com o PSB e decidir por maioria”, garante.

O deputado Oscar Bezerra (PSB), que também mantém uma postura crítica dentro do parlamento, lembra que o PSB é da base do governador Pedro Taques e que o governo tem que entender as particularidades de cada parlamentar.

“Eu faço enfrentamento quando necessário, assim como o Savi faz. Que o governo trate os desiguais como desiguais”, disse Bezerra.

Para o presidente do PSB em Mato Grosso, Fábio Garcia, Savi fortalecerá o partido na região considerada ‘PIB de MT’. “É uma alegria ter o Savi conosco, uma pessoa transparente e firme. O deputado é conhecido e de uma região muito importante para o Estado. Agora ele ajudará o PSB a se fortalecer na região”.

PSB na Assembleia

O partido agora passa a contar com 4 deputados estaduais. São eles, Eduardo Botelho, Oscar Bezerra, Max Russi e Mauro Savi.

Quem aderiu também à legenda, em uma articulação de Savi, foi o prefeito de Sorriso Dilceu Rossato, que deixou o PR.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *