https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/POLÍCIA-MILITAR.jpg

ROUBO NO SUBWAY

Com tornozeleira eletrônica, ladrão confessa crime e entrega comparsas

Divulgação

Governo do Estado convoca mais 1.340 candidatos do concurso. Foto: Divulgação

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá atuou em flagrante pelos crimes de roubo qualificado e associação criminosa, o autor do assalto a loja da rede Subway, ocorrido no domingo (27.03), no bairro Boa Esperança, em Cuiabá.

Durante interrogatório, M. de S. S. confessou a participação no assalto e ajudou a Polícia, na identificação dos seus comparsas no crime.

Na noite desta segunda-feira (28), por volta das 20hs, policiais do Grupo de Operações (GOp) do 25º Batalhão da Polícia Militar, em Várzea Grande, prenderam o suspeito, apontado como um dos autores do assalto a loja da rede Subway na rua Edgar Vieira (Rua 01) no bairro Boa Esperança, ao lado da UFMT.

O crime aconteceu na noite de domingo (27) e teria envolvimento de outros dois homens.

Na ação, os suspeitos armados renderam funcionários e clientes e subtraíram cerca de R$ 2.050 do core e R$ 761 do caixa, além de aparelhos celulares, bolsas e carteiras das vítimas.

No momento da prisão, o acusado usava tornozeleira eletrônica, mas o equipamento não monitorava os passos dele como deveria porque estava desligado.

A prisão ocorreu no bairro da Manga, região do Cristo Rei.

Ele tentou fugir a pé, correndo entre carros na Avenida Gonçalo Botelho de Campos, e tentou resistir à prisão, porém acabou sendo contido.

O acusado não só confessou sua participação no roubo como entregou outros dois envolvidos, citando o nome completo de um dos comparsas.

Os policiais fizeram diligências em outras regiões de Várzea Grande, mas não localizaram os dois suspeitos.

Com o suspeito foi apreendida uma porção de maconha e no Jardim das Oliveiras, em um matagal apontado por ele, os PMs encontraram uma espingarda artesanal, supostamente usada no assalto ao Subway.

A outra arma do crime, um revólver 38, estaria com um dos suspeitos apontados por ele.

O acusado foi conduzido a Central de Flagrantes da Polícia Judiciária Civil de Várzea Grande, onde o delegado plantonista, Algacir Romeu Brisola, imediatamente acionou a equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

Segundo a delegada da Derf, Elaine Fernandes da Silva, o acusado já foi preso anteriormente pelo roubo a um posto de combustível em Várzea Grande, além de ter três condenações pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

“As investigações continuam para com objetivo de prender os outros dois participantes do crime”, disse a delegada.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *