https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/MAURO-MENDES.jpg

ELEIÇÃO 2016

Após polêmica sobre PMDB, Mendes diz que PSB não faz restrição a aliança

Mato Grosso Mais

Prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB). Foto: Mato Grosso Mais

O prefeito Mauro Mendes (PSB) afirmou que seu partido está mantendo conversas políticas com vistas às eleições de outubro deste ano, sem fazer qualquer tipo de veto a outra legenda.

O assunto tem sido recorrente nas últimas semanas, já que o PSDB do governador Pedro Taques se manifestou no sentido de não dividir palanque com o PMDB.

O presidente regional do PSDB, deputado federal Nilson Leitão, tem sido o tucano que mais defende o afastamento entre as duas siglas nas eleições municipais deste ano.

O prefeito Mauro Mendes, no entanto, tem tratado do assunto com muita cautela. “O veto do PSDB ao PMDB é um problema que esses dois partidos é que têm que resolver; é uma questão que cabe a eles discutirem”, disse.

“O que posso dizer é que o PSB vai dialogar respeitando todas as siglas. Em todos os partidos têm gente boa, mas, seguramente, tem gente ruim também. O PSB não está fazendo restrições”, completou Mendes.

Segundo ele, o partido está discutindo alianças de forma pontual, em cada município do Estado.

“Vamos fazer um dialogo pontual, município a município, entendendo as realidades, tentando identificar os perfis de pessoas que possam melhor contribuir com a gestão municipal. Em cima desses perfis, de pessoas honestas, que tenham habilidade, capacidade e competência para gerenciar os municípios é que o PSB irá procurar fazer suas alianças politicas sem muitas restrições”, afirmou o prefeito.

Questionado se acredita que o veto do PSDB ao PMDB é um erro, Mendes preferiu não polemizar.

“Não posso falar pelo PSDB. Estou dizendo que nossa postura, no PSB, é diferente, simplesmente isso. Não estamos fazendo restrição, mas sim analisando perfis. Cabe a nós fazermos uma análise pontual em cima das pessoas, de cada candidato, cada região, para estabelecer as alianças e escolher aquele que provavelmente tem as melhores condições de administrar uma cidade. Uma escolha, claro, feita com seriedade e responsabilidade”, concluiu o prefeito.

Reeleição

Apesar de comentar sobre as tratativas políticas iniciadas pelo PSB, Mendes ainda opta por não se colocar como candidato à reeleição na Capital.

“De vez em quando faço conversas políticas, mas não tenho priorizado isso. Disse que meu tempo de decidir é maio, junho. À medida em que for aproximando essa data, eu vou acelerando as conversas”, disse.

“Tenho dezenas de outras prioridades dentro do município. Já iniciamos, por exemplo, uma série de eventos e entregas de obras que fazem parte das comemorações do aniversário de Cuiabá. Certamente o PSB terá candidato, mas a discussão da reeleição não é minha prioridade no momento”, concluiu o prefeito.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *