https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/maluf-23.jpg

GOVERNADOR INTERINO

Guilherme Maluf assume governo do Estado por cinco dias e foca em emendas

Divulgação

Maluf: suspensão de investigação contra servidores efetivos da Assembleia Legislativa

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Guilherme Maluf (PSDB) assumiu ontem (22) a chefia do Executivo estadual.

Isto porque o governador Pedro Taques (PSDB) e o vice Carlos Fávaro (PSD) participam da Caravana da Integração que pretende fortalecer a relação comercial e turística com os países vizinhos.

A transferência do cargo foi realizada no último Quartel da PM em território mato-grossense, localizado na fronteira entre Cáceres e o município boliviano de San Matías. Maluf ficará à frente do governo até o dia 27 de abril.

Visto que alguns deputados do parlamento estadual já vinham reclamando que nem 5% das emendas parlamentares impositivas haviam sido liberados, uma das primeiras ações de Guilherme Maluf como governador será a realização de uma reunião com os deputados estaduais, no Palácio Paiaguás, para definir quais serão os rumos do problema.

“Na terça-feira, juntamente com os deputados, nós vamos estabelecer um calendário de liberação das emendas parlamentares”, disse Maluf ao Diário.

A reunião, que acontece na próxima terça-feira (26), tem objetivo de estabelecer um cronograma para liberação das emendas impositivas, que, segundo consta, estão “emperradas”.

Segundo a Constituição, emenda parlamentar é o instrumento que o

Congresso Nacional possui para participar da elaboração do orçamento anual.

Os parlamentares, por meio das emendas, buscam o aperfeiçoamento de propostas encaminhadas pelo Poder Executivo, visando a uma melhor distribuição dos recursos públicos.

Maluf pretende também buscar recursos para o lançamento das obras de duplicação da Avenida Filinto Müller, em Várzea Grande.

Além de anunciar o projeto de revitalização do Parque Mãe Bonifácia, na capital.

Maluf pretende também dar continuidade ao trabalho do governador Pedro Taques.

Caravana da Integração

A ideia de criar a Caravana da Integração foi apresentada por Taques ao governador de Santa Cruz (Bolívia), Ruben Costas Aguilera, em novembro de 2015.

A assessoria de Assuntos Internacionais do Governo de Mato Grosso informa que o trabalho da Caravana se propõe a concretizar políticas públicas conjuntas entre os membros do bloco econômico Zicosur.

A transmissão do cargo foi o último ato do governador no território mato-grossense. Depois, o governador iniciou o roteiro de viagens da Caravana.

Ao longo do percurso da Caravana serão firmados, nos diferentes países, acordos de cooperação e integração com os governos subnacionais do Centro-Oeste Sul-americano.

E, chegando ao Pacífico, será possível conhecer os portos chilenos e peruanos. (Com assessoria)

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *