https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/03/Pedro-Taques-03-e1500912620870.jpg

SÓ APOIO NO CONGRESSO

Pedro Taques é contra PSDB ter cargos em ministérios no governo Michel Temer

Divulgação

O governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), defende que o PSDB não tenha cargos no governo de Michel Temer (PMDB), caso vingue o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

Além de Taques, o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), também fez a mesma afirmação ao dizer que esse pensamento começa a ser um consenso na base tucana. Os dois participaram de um encontro empresarial em Foz do Iguaçu, no Paraná.

Segundo Taques, o PSDB pode ajudar o PMDB de Temer no Congresso, mas sem a necessidade de pedir cargos em ministérios.

“Sou contra ter cargos. Acho que podemos apoiá-lo no Congresso Nacional em cima depropostas. Lutamos pelo impeachment, não podemos deixá-lo só, comentou o governador
de Mato Grosso em entrevista ao jornal Folha de São Paulo.

De acordo com Taques, caso o partido feche questão de não assumir ministérios, “nada impede que alguém participe, mas como cota pessoal”.

“O Serra, por exemplo, pode assumir como cota de competência, afirmou Taques sobre o senador José Serra (PSDB/SP) cotado para o governo Temer.

O presidente nacional do partido, senador Aécio Neves (PSDB), convocou uma reunião da executiva nacional para o dia 3 de maio para debater o tema. Com informações da Folha de São Paulo

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *