https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/12/WILSON-SANTOS1.jpg

POLÊMICA DO REPASSE

Sobre duodécimo, líder não vê necessidade da AL gastar meio bilhão ao ano; ouça entrevista

Divulgação

O líder do Governo do Estado na Assembleia Legislativa, deputado estadual Wilson Santos (PSDB), contrariou a declaração do presidente da Casa de Leis, Guilherme Maluf (PSDB), ao afirmar que é a favor da redução do duodécimo repassado pelo Estado ao Parlamento Estadual.

No áudio abaixo, Wilson Santos fala primeiro sobre a Reforma Administrativa, depois sobre a redução do duodécimo e por último sobre as emendas parlamentares. 

O duodécimo anual da Assembleia Legislativa chega perto de R$ 470 milhões em 2016.

Maluf disse que não é possível fazer essa redução de 10% que o Paiaguás sugere.

A proposta do Governo do Estado é que a diminuição no repasse deve atingir todos os poderes, como o Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas, Ministério Público e a própria Assembleia Legislativa.

Em defesa do Governo, Wilson disse, em entrevista ao Mato Grosso Mais, que defende a redução do repasse.

” A Assembleia não tem necessidade de gastar quase meio bilhão de reais por ano. Eu desde o início defendo a redução do duodécimo”, comentou.

Sobre a redução da emenda parlamentar, de R$ 4.8 milhões para R$ 2 milhões, o líder tucano argumento que a crise política é o principal fator que acabou impondo essa redução.

Ele argumento que os deputados estaduais entenderam a mensagem do Executivo e que não haver polêmica sobre o assunto.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *