OPERAÇÃO RÊMORA

Operação do Gaeco na Secretaria de Educação de MT nesta terça-feira provoca frisson

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) deflagrou na manhã de hoje a “Operação Rêmora” sem que o palácio Paiaguás tivesse qualquer tipo de conhecimento dos 39 mandados judiciais de prisão, condução coercitiva e busca e apreensão.

Os promotores, delegados e policiais civis e militares que atuam no Gaeco agiram no absoluto sigilo durante as investigações para desmantelar uma organização criminosa que provocou desvios milionários na secretaria de Educação, pasta comandada por Permínio Pinto (PSDB).

Aliás, nos bastidores, já se comenta que a operação desta terça-feira deve chegar a um influente empresário de Cuiabá, que é de família tradicional e atua no ramo de alimentação. Com Folhamax

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *