https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/josé-riva-dois-dois.jpg

CPI DA COPA

Justiça autoriza e Riva será ouvido por ‘inimigo’ político na AL sobre VLT

De atestado médico, Riva não comparece em audiência de instrução

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Obras da Copa do Mundo de 2014 conseguiu autorização da Sétima Vara Criminal de Mato Grosso para realizar as oitivas com o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) e o ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Geraldo Riva (sem partido).

Os pedidos acatados pela juíza Selma Rosane dos Santos Arruda foram necessários porque o peemedebista está preso preventivamente, desde outubro do ano passado, sob a acusação de corrupção, e o ex-presidente está impedido de acessar o prédio da Assembleia Legislativa, além de manter contato com alguns parlamentares, a exemplo do relator da CPI, Mauro Savi (PSB).

A oitiva com de Riva será realizada nesta terça-feira (10), às 9h da manhã, e a de Silval na quarta-feira (11), às 14h, ambas no auditório Milton Figueiredo, na Assembleia Legislativa, e presidida pelo deputado estadual Oscar Bezerra, considerado inimigo político de Riva.

Eles responderão perguntas relacionadas às obras da Arena Pantanal, do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e de mobilidade urbana, bem como acerca das tratativas para a escolha de Cuiabá como sede da Copa do Mundo de 2014.

Na quarta-feira (11), a CPI interrogará ainda o empresário Marco Aurélio Sousa Martins, responsável pela empresa Ferconsult, que doou ao governo do Estado o primeiro projeto básico para implantação do VLT em Cuiabá e Várzea Grande. O empresário vive em Portugal e vem a Mato Grosso para depor.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *