https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/silval-56-e1565730302927.jpg

CPI DA COPA

Ex-governador de MT, Silval Barbosa deixa cadeia para ser ouvido sobre VLT

Divulgação

Foto: Divulgação

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Obras da Copa do Mundo de 2014 deve ouvir na tarde desta quarta-feira (11), o ex-governador Silval Barbosa (PMDB).

Para isso, a Comissão solicitou à Justiça autorização para realizar oitivas com o peemedebista.

Ontem (10), foi a vez do ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Geraldo Riva (sem partido), prestar depoimento.

As oitivas de Silval e Riva devem encerrar a fase de depoimento de testemunhas na CPI das Obras da Copa.

Antes, no entanto, ainda será ouvido o empresário Marco Aurélio Sousa Martins, representante da Ferconsult, empresa que doou o projeto básico do VLT de Cuiabá e Várzea Grande para o governo do Estado. O depoimento dele está previsto para a próxima terça-feira (10).

Ainda de acordo com Oscar, a CPI vai deliberar também sobre a necessidade de uma oitiva com o lobista Rowles Magalhães.

Ele já foi convocado a depor, mas conseguiu um habeas corpus que lhe permitia permanecer calado e até mesmo não se comprometer em dizer a verdade. Na oportunidade, os deputados recorreram da decisão e decidiram adiar o depoimento por considerá-lo prejudicado.

“Tivemos uma decisão parcial sobre o habeas corpus do Rowles Magalhães, então estamos avaliando. Poucos itens foram liberados e estamos vendo se é necessária ou não a vinda dele, porque existem alguns requisitos do HC que ainda permitem a ele ver e ficar calado”, pontua o presidente da CPI.

 

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *