EM ALTA FLORESTA

Ex-secretário de Educação, Permínio diz que obra de escola que seria sua cota não existe

O ex-secretário de Educação, Permínio Pinto (PSDB), prestou depoimento ao Gaeco durante mais de duas na manhã desta quarta-feira (11).

Ao sair do interrogatório, o ex-gestor disse que a obra de uma escola em Alta Floresta, no valor de R$ 6 milhões, que foi citada na gravação de uma reunião de empresários como “demanda para o secretário” é uma construção “inexistente”.

Naquela reunião, realizada no dia 9 de outubro de 2015, empreiteiros distribuíram as obras de escolas públicas entre as construtoras.

Apesar de ter tido o nome citado mais de uma vez, a Justiça entendeu que não havia indícios suficientes para investigar Permínio Pinto.

O ex-secretário negou que tivesse conhecimento sobre as supostas fraudes que vinham acontecendo na Secretaria de Educação. Com G1/MT

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *