https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/04/VACINA-e1461964000258.jpg

IMUNIZAÇÃO

Mais de 430 mil pessoas foram vacinadas contra gripe em Mato Grosso

Divulgação

A Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus influenza, transmissor da gripe H1N1, termina nesta sexta-feira (20.05).

Em Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) está orientando que os municípios intensifiquem as ações estratégicas e continuem a vacinação para que o estado alcance a meta, que é imunizar 80% da população prioritária, num total de 698.212 mil pessoas.

Segundo dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI), até esta quinta-feira (19), a campanha alcançou em todo o estado 60% de cobertura vacinal, o que corresponde a 430.736 pessoas vacinadas.

Entre grupos prioritários foram vacinados até o momento idosos com 60 anos ou mais (66,54%), crianças menores de 5 anos (59,67%), gestantes (47,67%), puérperas (68,97%), povos indígenas (13,45%),  servidores da área da saúde (78,85%) e pessoas com comorbidades (79,94%). Ainda foram imunizados funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade (38,53%).

Em todo o estado, 17 municípios ultrapassaram a meta de 80% do Ministério da Saúde, dentre os quais Campos de Júlio (91,66%), Sinop (90,70%) e Várzea Grande (81,49%).

Ao todo, 38 cidades ainda estão com a cobertura vacinal abaixo de 50%, como é o caso dos municípios de Guarantã do Norte (37,99%), Apiacás (26,28%) e General Carneiro (16,31%).

A coordenadora Vigilância Epidemiológica da SES, Flávia Guimarães, lembra que é preciso que todos os municípios informem no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações as doses aplicadas em cada grupo prioritário.

“Com essa informação a SES acompanha a cobertura vacinal no estado e verifica a real situação em cada regional, se o município não informa corretamente as doses que está aplicando ou deixa de vacinar a população, ficará com a cobertura vacinal abaixo da meta e colocará em risco as pessoas dos grupos prioritários”, pontua a coordenadora.

Ela ressalta ainda que o Estado já recebeu e repassou 100% das vacinas aos municípios e que agora é preciso intensificar as ações estratégicas para que todos os grupos prioritários sejam imunizados.

Campanha

A mobilização começou no dia 30 de abril em Mato Grosso. A vacina está disponível gratuitamente, nos postos de saúde, e protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde para este ano: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B).

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde demonstram que a vacinação pode reduzir de 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da Influenza.

Quem tiver alergia a ovo ou hipersensibilidade a algum dos componentes da vacina não deve receber a dose.

Já as pessoas que estiverem com febre moderada ou grave devem esperar a melhora do quadro para poder se vacinar.

Prevenção

A vacinação é uma importante prevenção à gripe, mas não dispensa medidas básicas de proteção.

Alguns cuidados simples como lavar as mãos com frequência, utilizar lenço descartável e cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir ajudam evitar a doença.

Também é recomendado não compartilhar objetos de uso pessoal e evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca.

Em caso de síndrome gripal, deve-se procurar um serviço de saúde o mais rápido possível.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *