IMPASSE NA PUBLICIDADE

Tribunal de Justiça de MT rejeita pedido da PGE e mantém suspensa licitação do Governo

O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Paulo da Cunha, rejeitou na terça-feira recurso protocolado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e manteve suspensa a contratação de cinco agências de publicidade pela chefia de gabinete de comunicação pelo valor de R$ 70 milhões.

A licitação está suspensa desde o dia 11 de maio por conta decisão do juiz Luiz Aparecido Bertolucci, que acolheu pedido da TIS Publicidade e Propaganda Ltda.

O magistrado de primeiro grau pediu informações ao Estado sobre o desempenho técnico das agências e manifestará após receber as informações.

As agências que haviam sido selecionadas após várias etapas foram ZF Comunicação, FCS Comunicação, Nova SB, Soul Propaganda e Casa D’ideias.

No pedido de suspensão de liminar, o governo do Estado sustentou que a liminar o impede de contratar e utilizar os serviços ofertados pelas empresas classificadas no processo de licitação, em prejuízo à divulgação das políticas públicas e de informação à sociedade mato-grossense. Com Diário de Cuiabá

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *