https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/05/IMG-20160523-WA00151.jpg

ATRÁS DAS GRADES

Polícia Civil prende autores de atentado que incendiou 111 veículos em MT

Dois jovens foram presos e quatro adolescentes apreendidos pelo incêndio de 111 veículos, no município de Itiquira (357 km ao Sul),  na operação “Firecar”, deflagrada nesta segunda-feira (23.05) pela Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia local e a Regional de Rondonópolis (212 km ao Sul).

Foram dois incêndios cometidos pelo grupo composto pelos adolescentes com idades entre 15 e 16 anos, a mando e financiado pelo maior, C. H. S. da R., 19 anos, e colaboração de A. F. de L., 23 anos, que tiveram prisões preventivas cumpridas.

O primeiro, ocorrido no dia 02 de maio, destruiu 88 motocicletas e 21 veículos apreendidos com infrações administrativas e que estavam no pátio da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Itiquira.

O ato de vandalismo teve participação de dois adolescentes e do maior C. H. S. da C., que foi o responsável por fornecer o dinheiro para compra do combustível usado para atear fogo, instigar os menores e planejar o incêndio.

O segundo ato criminoso foi cometido no dia 12 de maio contra dois ônibus de transporte escolar da Prefeitura de Itiquira, que ficaram totalmente destruídos pelo fogo.

O incêndio teve a participação direta de três adolescentes, sendo um deles o mesmo que participou do incêndio a Ciretran.

“É o autor intelectual de todo o crime, motivado por constantes apreensões da Polícia Militar de veículos deles e de amigos. Foi uma retaliação e para se autoafirmar perante o crime”, disse o delegado Santiago Rozendo Sanches e Silva.

 Da mesma forma, o crime foi financiado por C. H. S. da C. e A. F. de L., que desta vez, foi motivado pela prisão recente de quatro pessoas por tráfico de drogas, que eram amigas do grupo. O flagrante de tráfico foi feito pela Polícia Civil.

Em buscas realizadas nesta manhã, o jovem A. F. de L. foi preso com uma porção de drogas e será autuado por tráfico de drogas.

O mandante do ataques foi flagrado consumindo entorpecente na companhia de uma adolescente de 14 anos.

Ele será autuado por uso de droga e no artigo 243 do Estatuto da Criança e do Adolescente, por “Vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar, ainda que gratuitamente, de qualquer forma, a criança ou a adolescente, bebida alcoólica ou, sem justa causa, outros produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica”.

O delegado Santiago Rozendo informou que os menores já foram ouvidos e apontaram os maiores como os mandantes e autores intelectuais do crime.

“Eles falavam que eram a todo o momento desafiados pelos maiores e que tudo foi planejado em reuniões na casa de C. H. S. da C.”, disse.

No celular de um dos menores, a Polícia Civil descobriu mensagens trocadas com um dos suspeitos, que diziam que viaturas das polícias também seriam incendiadas.

“Eles também planejavam outros crimes na cidade”, finalizou o delegado.

Imagens das câmeras de segurança do posto de combustível mostram os menores comprando dois litros de gasolina, usada nos dois incêndios. Frentistas do estabelecimento também reconhecem os autores.

Além dos flagrantes, os maiores responderão por duplo incêndio contra o patrimônio público e corrupção de menores.

Os adolescentes serão responsabilizados em ato infracional de incêndio contra o patrimônio público.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *