TARADOS ATRÁS DAS GRADES

Professor e aposentado do Exército são presos acusados de estupros em Mato Grosso

Três homens acusados de estupro de vulnerável tiveram prisões cumpridas pela Polícia Judiciária Civil, na segunda-feira (23.05), em ações da Delegacia de Pontes e Lacerda.

Entre os presos estão um professor de uma escola municipal de Conquista D’Oeste, um sargento reformado do Exército Brasileiro e um homem que assediou uma adolescente pela internet.

C. M. de O., de 22 anos, é acusado de estuprar uma menor, de 16 anos, com quem mantinha contato por meio de uma rede social, há cerca de 4 meses.

O crime aconteceu no dia 13 de maio, quando o suspeito ligou no celular da vítima perguntando onde estava.

A adolescente afirmou que saía da escola e poucos minutos depois, sentiu uma arma em suas costas, seguido de uma voz que a mandou entrar no carro. Até então o suspeito e a vítima não se conheciam pessoalmente.

Assim que entrou no veículo, a menor percebeu que era o seu contato da internet e aceitou fazer um passeio com o suspeito, que propôs que ela trocasse de blusa, para que não fosse vista de uniforme.

O acusado levou a menor para uma estrada de chão, onde parou o carro e eles começaram a se beijar.

O suspeito tentou acariciar a vítima e diante da negativa da garota, ele tirou a calça dela e consumou a conjunção carnal.

A adolescente se debatia muito e conseguiu ferir o punho do suspeito e fugir. Após correr pela estrada de chão, a menina ligou para uma tia, que a socorreu.

Depois do estupro, o acusado chegou a ligar e ameaçar a vítima.

Com base nas informações, a Polícia Civil representou pelo mandado de prisão do suspeito.

Em outro caso investigado pela Delegacia de Pontes e Lacerda, o professor de uma escola municipal de Conquista D´Oeste, M. R. de S., teve o mandado de prisão cumprido por abusar de três menores, de 11 e 12 anos, dentro de sala de aula.

As investigações iniciaram após a mãe de uma das alunas procurar a Delegacia de Pontes de Lacerda para relatar os abusos.

As três meninas foram ouvidas e contaram como aconteciam os abusos praticados pelo professor, que aproveitava o momento em que as alunas iam mostrar a lição para apalpá-las. O suspeito sempre abraçava e acariciava as nádegas e os seios das menores.

O professor, que estava afastado de suas funções desde que a secretaria da escola foi informada dos assédios, foi preso em Conquista D’Oeste.

Segundo a polícia, em 2014 o suspeito, pela conta da rede social Facebook de sua esposa, já havia assediado uma adolescente de outra escola. Questionado, o professor alegou que somente fez elogios à garota.

O terceiro preso por estupro de vulnerável foi o sargento reformado A. D. M., 50.

Ele é acusado de abusar das enteadas de 5, 8 e 11 anos.

A denúncia foi realizada pela Promotoria de Justiça  juntamente com o Conselho Tutelar de Pontes e Lacerda, que apontaram a criança de 8 anos como a maior vítima do suspeito.

Segundo a denúncia, durante a noite o suspeito entrava no quarto da menor, deitava na cama dela e praticava os abusos.

A criança de 5 anos confirmou ver o padastro deitando na cama da irmã de 8 e disse que também já foi acariciada pelo padastro.

A menina de 11 anos não mora com a mãe, mas contou que o padastro tentou beijá-la a força.

O inquérito contra o suspeito foi instaurado e o mandado de prisão foi cumprido na cidade de Cáceres.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *