NEPOTISMO

Justiça bloqueia quase R$ 100 mil de suplente de deputado por contratar família quando foi prefeito

O juiz da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Popular autorizou o bloqueio de patrimônio na ordem de R$ 93 mil do suplente de deputado estadual Meraldo Sá (PSD).

A decisão é resultado de uma ação civil pública por improbidade administrativa que cobra a restituição aos cofres públicos dos salários pagos aos parentes de Meraldo Sá enquanto ocuparam cargos públicos.

No período em que exerceu o mandato de prefeito de Acorizal, Meraldo Sá praticou nepotismo e nomeou toda a família para ocupar cargos estratégicos no município. A informação é do Diário de Cuiabá

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *