https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/maluf-23.jpg

CRISE ECONÔMICA

Presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf diz que vai contribuir com Estado

Divulgação

Maluf: suspensão de investigação contra servidores efetivos da Assembleia Legislativa

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB), afirmou, nesta quarta-feira (01.06), que o Poder Legislativo irá contribuir para recuperação das finanças do Estado.

Em entrevista ao Jornal do Meio Dia, transmitido pela TV Record, o parlamentar disse que a Assembleia estuda uma série de medidas para auxiliar o Estado a alcançar o equilíbrio financeiro.

Uma delas será analisar com responsabilidade o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) encaminhado nesta semana pelo Poder Executivo, que prevê a redução de 15% do duodécimo dos Poderes e Instituições estaduais.

“Nós entendemos que devemos, sim, estar afinados nesse objetivo de reduzir gastos. Aliás, como a Assembleia já vem fazendo desde o início da gestão da atual Mesa Diretora”, salientou.

As propostas, contudo, devem ser avaliadas levando-se em conta os compromissos já firmados pela Casa.

Dentre eles, o de implantação de um novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para os servidores efetivos e de pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) para os servidores comissionados, bem como da folha dos servidores inativos que anteriormente eram pagos pelo Governo do Estado e de todos os aposentados do Fundo de Assistência Parlamentar (FAP).

Conforme Maluf, ainda não é possível contabilizar o real impacto financeiro que isso irá gerar no orçamento do Legislativo.

“Há orçamentos que estão sendo executados e não podem ser ‘amputados’ de forma repentina. Tem que haver planejamento. A Assembleia tem um dever com seus colaboradores de implantar o PCCS, por exemplo. Dever esse que os demais Poderes já cumpriram e a Assembleia ainda não. Então, eu entendo que deve haver uma redução. Concordo e vou trabalhar para isso, mas é preciso definir um índice que seja aceitável pelos Poderes”, observou.

O assunto será discutido pelos presidentes e representantes dos demais Poderes e Instituições durante reunião que será realizada nos próximos dias. A intenção é definir uma contraproposta para apresentar ao Governo.

Interlocução

Guilherme Maluf reforçou ainda a importância da participação da Assembleia Legislativa nos debates envolvendo a garantia dos direitos dos servidores de todo o Estado.

“O governo tem se mostrado transparente, apresentando os dados referentes à sua economia e debatendo o assunto e a Assembleia está cumprindo o seu dever de atuar como interlocutora. Recebemos os servidores sempre que fomos procurados e os deputados também estão permanentemente em conversa com o governo”, declarou.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *