POLÊMICA DO RGA

Taques volta a conversar com Fórum Sindical nesta quinta-feira e espera encerrar greve

O governador Pedro Taques (PSDB) disse, em entrevista a uma emissora de Cuiabá, na manhã desta quarta-feira (1.06),  que deve conversar novamente com o Fórum Sindical nesta quinta-feira (02.06).

Taques comentou que deve, novamente, mostrar as contas do Estado aos sindicalistas e tentar sensibilizar as categorias para suspender a greve geral que começou ontem em todo Estado.

O governador relatou que nem todas as categorias estão paradas. “Os servidores da Sefaz, da Sinfra, da Empaer não aderiram à greve”.

O chefe do Executivo explicou que a situação dos cofres do Estado tem relação com a crise econômica no país, por isso, a dificuldade de atender o RGA na sua integralidade.

O governo do Estado para evitar a greve geral ofereceu a proposta de pagar o Revisão Geral Anual (RGA) em 5% dividido em duas parcelas de 2% e 3%, mas o Fórum Sindical não aceitou e quer a reposição integral, mesmo que ela seja dividida e que hoje chega a 11,28%.

A paralisação afeta, entre outros, setores essenciais como Educação, Saúde e Segurança, sendo que esses dois últimos estão mantendo os trabalhos em situações emergenciais.

O Fórum Sindical disse que ainda não é possível saber quantos funcionários públicos estão parados, já que há categorias que mantiveram 30% em funcionamento e outras que aderiram 100% à greve.

Segundo o Paiaguás, o pagamento da RGA poderia atrasar os próximos salários dos servidores – a recomposição teria impacto de R$ 628 milhões na folha salarial de 2016.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *