https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/06/20160602_161830.jpg

OPERAÇÃO ARARATH

Em vídeo, PF diz como era esquema com empresários do ramo imobiliário

O delegado responsável pela Operação Ararath, Wilson Rodrigues de Souza Filho, revelou durante entrevista coletiva à imprensa, na tarde desta quinta-feira (2), como funcionava o esquema envolvendo empresários do ramo imobiliário com financiamentos de campanhas.

VEJA ENTREVISTA COM WILSON RODRIGUES DE SOUZA FILHO:

O delegado também revelou que dos 45 mandados de busca e apreensão, que ainda estão sendo realizados, em Cuiabá e Várzea Grande, 44 foram em empresas e somente um em uma residência.

A Polícia Federal não revelou nome de empresas e das pessoas que foram alvo nesta fase da Operação.

Mas apontou que existe uma organização criminosa envolvendo empresários do setor imobiliário que teriam financiado campanhas eleitorais.

20160602_161830

À direita, delegado Wilson Rodrigues revela investigação da Operação Ararath. Foto: Mato Grosso Mais

Segundo a PF, a organização criminosa tem líderes e é dividida em núcleos.

O delegado Wilson Rodrigues de Souza Filho não revelou que seriam os políticos beneficiados com os crimes.

Ele disse que os crimes investigados nesta operação começaram de 2011 a 2014.

Ainda de acordo com Wilson Rodrigues, a Operação Ararath ainda não chegou nem a metade das investigações.

O objetivo da nova fase da Ararath é de colher provas sobre um possível esquema de lavagem de dinheiro realizado por intermédio da aquisição de imóveis em nome de terceiros, com recursos originários de crimes financeiros e corrupção investigados nas fases anteriores da citada operação.

A ação conta com a participação de 90 policiais federais todos lotados em Mato Grosso.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *